Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Juventude e Grêmio não saem do zero no duelo de ida da final

Rodrigo Ely e Gilberto em Juventude x Grêmio (Foto: Fernando Alves / E.C.Juventude)
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Ficou tudo para a Arena. Neste sábado, Juventude e Grêmio ficaram no 0 a 0 no jogo de ida da final do Gauchão, no Alfredo Jaconi. Em duelo ríspido em alguns momentos, foi aplicado o total de oito cartões amarelos entre as duas equipes.


Como fica


Ninguém tem vantagem para o jogo da volta da decisão do Campeonato Gaúcho. Com o empate na ida, quem vencer na Arena, no próximo sábado, leva o título. Nova igualdade leva a definição para os pênaltis. Não há gol fora de casa como critério de desempate.


Paredão


Não foram muitas chances de gol das duas equipes durante os mais de 100 minutos de jogo, mas quando foi preciso, Caíque salvou o Grêmio. Foram pelo menos quatro defesas importantes para manter o zero no placar e evitar um prejuízo no duelo de ida.


Primeiro tempo


A primeira chegada foi do Grêmio aos três minutos, quando Pavon bateu cruzado e a bola passou por todo mundo. O Ju chegou com mais perigo aos oito, em cobrança de escanteio que Rodrigo Sam completou de cabeça por cima. Menos de um minuto depois, em saída errada do Grêmio, a bola sobrou com Lucas Barbosa, que bateu firme para defesa de Caíque no centro do gol. O duelo morno em chances criadas voltou a ter um lance de perigo apenas aos 29. Pavon recebeu pela esquerda e mandou de direita para o gol, passando perto do canto oposto de Gabriel. Aos 35, Gilberto finalizou sem muita força e Caíque defendeu tranquilo. O Tricolor respondeu aos 40, novamente com Pavon. O argentino recebeu na direita, cortou três marcadores, mas na hora do chute, de canhota, mandou longe. Já nos acréscimos, uma lambança na defesa gremista fez Rildo entrar na área e quase abrir o placar. Caíque evitou com a perna direita.


Segundo tempo


O Juventude voltou em cima logo no recomeço da partida. Com 30 segundos, Rildo bateu no canto direito de Caíque, obrigando o goleiro a fazer boa defesa. Dois minutos depois, Gilberto foi lançado na esquerda e chutou de canhota para nova intervenção do arqueiro gremista. Depois, o jogo perdeu ainda mais em qualidade. Nervoso, o Grêmio abusava das faltas. Em cinco minutos, três dos quatro defensores receberam cartão amarelo (Fábio, João Pedro e Kannemann). Por outro lado, os jogadores do Ju também chegavam firme, e o time terminou com cinco amarelos. O Tricolor, sem conseguir construir, apostava em cobranças de falta. Cristaldo e Pavon tentaram, mas Gabriel espalmou as duas. Em uma segunda etapa de pouquíssimas oportunidades, nenhuma das equipes fez algo que pudesse tirar o zero do placar no Jaconi.


Calendário


Durante a semana, o Grêmio tem compromisso antes do jogo de volta da final. Na terça-feira, às 21h, a equipe enfrenta o The Strongest no estádio Hernando Siles, em La Paz, na estreia da Libertadores. Já o Juventude só volta a jogar no segundo duelo da decisão, às 16h30 de sábado, na Arena.


 


 


 


Por ge


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias