Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Acidente entre táxi e caminhonete no AC que deixou 4 mortos pode ter sido causado por buraco em BR

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

O acidente entre um táxi e uma caminhonete que matou quatro pessoas, entre eles uma recém-nascida, nessa sexta-feira (22) pode ter sido causado por um buraco na BR-364, em Acrelândia, interior do Acre. Informações iniciais da Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC) apontam que a caminhonete invadiu a pista contrária e atingiu o táxi, que seguia de Rio Branco para Nova Califórnia, distrito de Rondônia.


Os dois veículos colidiram de frente. Ainda segundo a PRF-AC, a estrada estava com baixa visibilidade, a pista molhada e chovia no momento do acidente. A polícia ressaltou que as informações oficiais do acidente devem constar no laudo da equipe que será entregue em cinco dias.


Neste sábado (23), familiares das vítimas começaram a fazer o reconhecimento e a liberação dos corpos no Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco.


As vítimas fatais são:


  • •Valdizio Pinheiro – motorista do táxi de Nova Califórnia (RO)
  • •Kelry Oliveira Almeida, de 19 anos – veio para Rio Branco fazer exames na filha recém-nascida e voltava para casa em Nova Califórnia
  • •Merlyan, nasceu no dia 9 de março – filha de Kelry
  • •Bebê de cerca de 1 ano e 4 meses – filha de Adriana Pereira Cunha.
Kelry Oliveira, de 19 anos, e a filha recém-nascida, Merlyan, morreram em um acidente na BR-364 — Foto: Reprodução

Kelry Oliveira, de 19 anos, e a filha recém-nascida, Merlyan, morreram em um acidente na BR-364 — Foto: Reprodução

Os sobreviventes:


  • Adriana Pereira Cunha – internada no Pronto-Socorro de Rio Branco em observação. É vizinha de Kelry
  • Gilson Botão – condutor da caminhonete e servidor da Eletronorte. Também foi levado para o PS da capital acreana e recebeu alta neste sábado.

 


Imagens gravadas por populares que passaram no local mostram a caminhonete com a frente destruída e muitos destroços na rodovia. O táxi aparece fora da pista. A PRF-AC enviou uma equipe para o local e confirmou que, com o impacto, a bebê foi arremessada para fora do veículo.


O corpo do motorista do táxi ficou preso às ferragens e foi retirado pelo Corpo de Bombeiros do Acre.


Táxi e caminhonete colidiram na tarde desta sexta-feira (22) na BR-364, em Acrelândia — Foto: Arquivo/PRF-AC

Táxi e caminhonete colidiram na tarde desta sexta-feira (22) na BR-364, em Acrelândia — Foto: Arquivo/PRF-AC

Liberação das vítimas

 


Uma equipe da Rede Amazônica Acre esteve no IML conversando com os parentes das vítimas. O auxiliar administrativo Evandro Damásio, genro do motorista do táxi, disse que Valdizio Pinheiro trabalhava há muito tempo fazendo viagens de Nova Califórnia para Rio Branco.


“Ele vinha pra cá todos os dias, acordava cedo, pegava os passageiros e vinha pra cá. Era a rotina dele diária. Perdi um pai, deixou uma filha, um neto pequeno. Uma pessoa do bem, só quem conhecia ele sabia, um cara do coração enorme”, relembrou.


A família de Kelry e Merlyan também estiveram no IML, contudo, não quiseram falar sobre o ocorrido. O corpo da outra criança segue no instituto no aguardo de familiares.


Evandro Damásio foi até o IML fazer o reconhecimento do corpo do taxista — Foto: Reprodução

Evandro Damásio foi até o IML fazer o reconhecimento do corpo do taxista — Foto: Reprodução

Acidente

 


O táxi saiu de Rio Branco com destino ao Distrito de Nova Califórnia, em Rondônia. Na sexta, o g1 conversou com um parente de Kelry, que pediu para não ser identificado.


Segundo o familiar, Kelry, a vizinha e as crianças saíram de Nova Califórnia nessa sexta de táxi com destino à capital acreana para voltar no mesmo dia. Kelry viria à Rio Branco para fazer exames na filha que nasceu há 13 dias no distrito rondoniense.


Ele confirmou também que a jovem tinha ainda um filho de 3 anos, fruto de um antigo relacionamento. O marido de Kelry e pai da bebê trabalha em uma fazenda de Rondônia e foi avisado da fatalidade.


Fonte: G1 Acre


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias