Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Nova ponte entre Epitaciolândia e Brasiléia recebe autorização da Caixa para licitação

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Nesta quinta-feira, 11, no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Epitaciolândia, foi dado um importante passo para a realização de um sonho da população local e também da vizinha Brasiléia: a construção de uma nova ponte ligando as duas cidades fronteiriças.



O projeto de construção de uma nova ponte sobre o Rio Acre foi concebido pela prefeitura de Epitaciolândia há mais de 20 anos, mas que passou a ter maior empenho em busca de recursos para a sua concretização a partir da gestão do atual prefeito, Sérgio Lopes.


Em solenidade realizada nesta quinta-feira, a prefeitura recebeu a autorização da Caixa, órgão mantenedor dos recursos, para abrir o processo licitatório para a realização da obra. Participaram do ato o superintendente executivo de Governo da Caixa, Ismael Lima, e o representante da Associação de Municípios do Acre (AMAC), Júlio César Monteiro da Silva.



Para o representante da Caixa, a ponte tem, além do seu significado econômico e social, também traz a integração entre os municípios, melhorando os fluxos de mobilidade e circulação de mercadorias.


“Há uma melhoria cultural também, e a Caixa tem orgulho e se sente honrada em participar disso, como mandatária do Ministério, com o papel de atribuir a um recurso federal a sua objetividade, que é transformar dinheiro em obras”, afirmou.


Em junho do ano passado, a vice-governadora Mailza Assis, no exercíciodo cargo, assinou, junto com o prefeito Sérgio Lopes o presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), André Hassem, a licença ambiental prévia para o início da construção. Após a conclusão do processo licitatório, será necessária a licença definitiva.


Orçada em R$ 17 milhões, a obra tem recursos de emenda destinada pela ex-deputada federal Mara Rocha. De acordo com o prefeito, o atual passo dado pelo projeto é resultado de muitos esforços despendidos nos últimos anos rumo à sua concretização, que será, para ele, a maior obra dos ultimos tempos na região.


“Vai ser a maior obra dos últimos anos aqui na região. Uma obra que tem uma importância muito maior que os valores financeiros envolvidos no projeto. Nós estamos muito felizes devido à essa importância que a obra tem não só para Epitaciolândia, mas para as duas cidades e para toda a região do Alto Acre”, disse o prefeito.


Construída em 1986, durante o governo Nabor Júnior, a atual ponte José Augusto de Araújo, que liga as duas cidades, de estrutura de ferro e mão única, há muitos anos já não oferece condições de atender à pressão do tráfego hoje existente, sendo, inclusive, a única maneira de se chegar à fronteira com o Peru.


Ainda de acordo com Sérgio Lopes, a intenção é de que, após a inauguração da nova ponte, a atual seja preservada e transformada em uma espécie de passarela para pedestres e ciclistas, considerando a sua importância histórica para os dois municípios.


Outra observação do prefeito foi de que a obra do Anel Viário de Brasiléia e Epitaciolândia, apesar da importância que possui para tirar o tráfego da BR-317 de dentro do perímetro urbano dos dois municípios, não contribuirá com a necessidade que as duas populações têm de uma estrutura mais adequada para o trânsito entre as duas cidades.


Além da autorização para a abertura do processo licitatório, na solenidade também foi assinado um contrato de repasse para pavimentação de ruas em Epitaciolândia no valor total de R$ 2 milhões.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias

plugins premium WordPress