Pesquisar
Close this search box.
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Acre teve quase 5 mil mortes violentas intencionais desde 2013

27 mortes2
27 mortes2

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) apresentou nesta segunda-feira, 1º, os “Painéis Gerenciais de Indicadores de Violência”, uma ferramenta que compila uma série de dados sobre taxas de violência e criminalidade no estado.


Desenvolvida no âmbito do Observatório de Análise Criminal, Coordenação do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), a iniciativa em Business Intelligence (BI) apresenta informações coletadas em fontes oficiais sobre diversos campos, como mortes violentas intencionais, situação do sistema carcerário, violência doméstica, violência no trânsito, entre outros.


whatsapp image 2024 07 02 at 08


Durante a reunião de apresentação, foi enfatizada a organização dos dados em séries históricas, proporcionando uma visão abrangente do fenômeno da violência ao longo dos últimos anos no Acre, permitindo também a visualização de taxas por município e dados de outros estados.


whatsapp image 2024 07 02 at 08 (1)


O procurador-geral do MPAC, Danilo Lovisaro, parabenizou a coordenadora do NAT e a equipe do Observatório pela iniciativa, destacando sua função de fornecer acesso a informações valiosas e consultivas, fundamentais para a formulação e avaliação de estratégias de prevenção e controle da criminalidade.


Mortes Violentas Intencionais (MVI)


Entre os dados disponibilizados está o de que o Acre registrou 4.880 mortes violentas intencionais (MVI) no período da série histórica que começa em 2013 e vai até os dias atuais. Nesse intervalo, o ano mais crítico foi 2017, quando o estado teve 531 mortes violentas intencionais em 510 ocorrências.


Nos dois anos seguintes, o estado registrou queda nos números do MPAC – 417 mortes nessa categorização em 2018 e 319 em 2019. Em 2020, nova subida, para 323 vítimas, nova redução para 192 em 2021 e novo aumento em 2022 para 238 mortes. Em 2023, foram 215 mortes violentas intencionais e em 2024, até a última atualização do painel, foram 78.


imagem dados 1


Na distribuição por municípios, a capital, Rio Branco, concentra a maioria dos casos, 54,30% (2.650 casos). Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade do estado, vem em seguida com 8,52% (416 casos). O município com a menor taxa é Santa Rosa do Purus, 0,23% (11 casos) – Confira a lista completa abaixo.


imagem dados 2


De acordo com os dados, o conflito facções/drogas é a maior causa das mortes violentas intencionais no Acre (45,44%). Já o instrumento mais utilizado é a arma de fogo (56,5%) com a arma branca em segundo lugar (33,01%). Os meios indeterminados somam 10,35% dos casos.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias