Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Conheça os álbuns de Michael Jackson lançados após a morte do cantor

michael4
Crédito: Instagram/Michael Jackson

A morte do cantor Michael Jackson completa 15 anos nesta terça-feira (25). Apelidado como o “Rei do Pop“, o artista morreu aos 50 anos, em 2009, após uma parada cardíaca. Depois de sua morte, no entanto, dois álbuns póstumos foram lançados. Conheça abaixo.


“Michael”, de 2010, reuniu materiais de gravação ao longo de nove anos. O álbum foi totalmente disponibilizado para audição antes do lançamento oficial, o que ainda não havia ocorrido até então.


Dentre as faixas do disco estão “Breaking News”, que foi a primeira anunciada, e “Hold My Hand”, resultado de um trabalho em conjundo de Michael Jackson com Akon.


Na edição de 2010, foram disponibilizadas dez canções. No entanto, em 2022, o porta-voz do site de Jackson informou que as músicas “Breaking News”, “Monster” e “Keep You Head Up” foram retiradas das plataformas devido a polêmicas envolvendo a legitimidade das produções do artista.


Já o décimo segundo álbum de estúdio e o segundo álbum póstumo de Michael Jackson, “Xscape”, de 2014, reuniu oito músicas inéditas do cantor norte-americano, gravadas em diferentes fases de sua carreira.


Além disso, quatro novos videoclipes foram lançados sendo dois da faixa “Love Never Felt So Good” (com Justin Timberlake), um de “Blue Gangsta” e, por último, de “A Place with No Name”.


A morte de Michael Jackson abalou o mundo da música. A história do cantor se tornou tema de cinebiografias e documentários.


Carreira

Michael Joseph Jackson, nascido no estado de Indiana, nos Estados Unidos em 1958, se tornou mundialmente conhecido como Michael Jackson e foi apelidado de “O Rei do Pop”. Considerado um dos artistas mais importantes da história da música, ele deu início à carreira em 1964, aos 11 anos, integrando com seus irmãos mais velhos o grupo musical The Jackson Five.


Só em 1978 Michael Jackson seguiria sua carreira solo, atingindo sucesso notável com o álbum “Off the Wall”, lançado em 1979. O cantor chegaria a outro nível de reconhecimento no início da década de 1980 com seu sexto álbum de estúdio.


“Thriller”, de 1982, é o disco mais vendido de todos os tempos, com vendas estimadas em 70 milhões de cópias em todo o mundo, de acordo com dados da RIAA (Associação Americana da Indústria de Gravação).


Dentre as centenas de prêmios acumulados estão 15 Grammy Awards, 26 American Music Awards e 13 faixas número um da Billboard Hot 100. Além disso, o músico atingiu 39 recordes no Guinness World Records como, por exemplo, o de artista de maior sucesso da história da música.


Morte

Michael Jackson morreu no dia 25 de junho de 2009, aos 50 anos, em Los Angeles, enquanto se preparava para seu retorno aos palcos com a turnê “This Is It”, após uma parada cardíaca. A autópsia constatou uma intoxicação do anestésico propofol, sedativo usado em procedimentos cirúrgicos.


Na época, o médico do Rei do Pop, Conrad Muray, foi indiciado por homicídio culposo por ter ministrado o medicamento. Murray foi condenado, em novembro de 2011, a quatro anos de prisão e liberado dois anos mais tarde.


Meses depois, o cardiologista recuperou seu direito de exercer a profissão. A morte do Michael Jackson, no entanto, foi cercada por algumas informações desencontradas e se tornou destaque na imprensa mundial.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias