Pesquisar
Close this search box.
1200 x 250 gif

Arlenilson discorda de nomeação de Delegado para o Iapen: “resposta muito negativa”

arleison e marco 996x600

A exoneração de Alexandre Nascimento do cargo do diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) ocorrida na semana passada após o episódio de assédio moral contra policiais penais voltou a repercutir na sessão desta terça-feira, 4, da Assembleia Legislativa. O deputado Arlenilson Cunha (PL), que é policial penal de carreira, que apoiava a demissão do diretor, demonstrou ser contra a atitude do governador Gladson Cameli de ter nomeado interinamente o delegado Marcos Frank como substituto.


“Mais uam vez nao poderia deixar de me posicionar sobre o Iapen. Eu não poderia de deixar aqui se se posicionar sobre esse tema. O governador tomou uma decisão e exonerou o presidente do Iapen. Após a exoneração, houve a nomeação de um delegado, é uma prerrogativa dele, mas cabe discurssão juridica que a lei garante que somente um policial penal poderia assumir o cargo, mas a gente sabe que tem o Iapen, que é outra lei”, disse o parlamentar.


Cunha defendeu que quando esteve a frente do Iapen em 2019, o sistema prisional avançou. “Quando nós temos um Policial penal de 2019 que nos avançamos no Sistema Prisional. Não tenho nada contra o delegado, mas eu falo que nós não temos um Policial penal do universo de 1.208 qualificado? Quem conhece o sistema prisional é o policial penal. Aqui se criou uma cortina dizendo que é uma questão politica. Não precisa ser ligado ao grupo politico do Arlenilson…90% dos policiais tem nível superior. muitos são advogados. Essa nomeação pra mim é uma resposta muito negativa aos colegas policiais penais, uma resposta dura aos colegas policiais. Nós temos servidores qualificados”, frisou Arlenilson, que nos bastidores sempre defendeu que o diretor do Iapen fosse ligado ao seu grupo político.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Últimas Notícias