Pesquisar
Close this search box.
970x250 (1)

Polícia fecha o cerco contra facção criminosa que cobrava “imposto” em Rio Branco

algemado 1000x600 1
FOTO: REPRODUÇÃO

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Acre, composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Polícia Penal, deflagrou nesta quarta-feira (29), a Operação Cartagena com a finalidade de combater facções criminosas em atuação no estado.


As investigações se iniciaram após a prisão de alguns indivíduos que aterrorizavam determinados bairros promovendo a cobrança de “impostos” em troca de proteção. Com isso, a equipe policial empreendeu esforços para identificar outros membros da organização criminosa.


Foram cumpridos 25 mandados judiciais expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas do Estado do Acre, sendo 13 Mandados de Busca e Apreensão e 12 Mandados de Prisão nas cidades de Rio Branco, Goiânia/GO e São José dos Pinhais/PR.


Os investigados responderão pelos crimes de integrar organização criminosa além de eventuais delitos relacionados, como o de tráfico de drogas e a posse irregular de armas. As penas máximas combinadas para esses crimes podem chegar a 31 anos de reclusão.


Durante a ação em Rio Branco, um flagrante de posse ilegal de armas foi constatado e o alvo teve a prisão anunciada. Na ação no Paraná, uma arna também foi apreendida.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias