Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Diniz explica bate-boca com Luciano, que fala em “fim” de amizade com técnico

fernando diniz em entrevista coletiva apos jogo contra o spfc
Fernando Diniz em entrevista coletiva após jogo contra o SPFC Lucas Mercon / Fluminense

Expulso após bater boca com o atacante Luciano na reta final do primeiro tempo do jogo entre São Paulo e Fluminense, nesta segunda-feira (13), pela sexta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o treinador Fernando Diniz deu a sua versão sobre a cena que parou o jogo no MorumBis por cinco minutos.


O comandante do Tricolor Carioca não explicou diretamente o porquê de chamar o jogador de “muito burro” e depois dizer que, para ele, o atacante tinha “acabado”. Diniz preferiu focar na decisão do árbitro Anderson Daronco.


“Todo mundo sabe no futebol que xingar é do jogo. Todo jogo tem isso. No meio do futebol, é uma linguagem comum. Nunca vi alguém ser expulso por falar palavrão. Foi o que ele falou. Não tem critério. Não estou julgando sobre ele não ter expulsado ninguém do São Paulo, porque não tem que expulsar mesmo por palavrão”, declarou.


“Sinceramente, não entendi a expulsão. Para mim, deveria ser amarelo. É algo inédito. Sobre o lance, claramente o Manoel sentiu a coxa e pôs a bola para fora. A coisa que era legal, que está na regra, mas era totalmente não legítima o Luciano cobrar o lateral da forma que ia cobrar”, acrescentou.


O que Luciano diz sobre confusão

No programa Boleiragem, do Sportv, o atacante Luciano também comentou a confusão com o técnico Fernando Diniz e se mostrou incomodado com as palavras de Fernando Diniz.


“Na hora que o Manoel caiu e eu peguei a bola o Diniz me xingou do nada. Eu pedi para ele não xingar e ele continuou xingando. Depois, ele falou que a nossa amizade acabou. Então, se ele acha assim, para mim acabou. Eu jamais xingaria ele na beira do campo. Ele tem que ver que ele não é mais meu treinador”, declarou.


“Como o André (Silva) falou para ele, e ele xingou o André também. Ele é o líder e não pode fazer isso. Teve outro treinador, acho que o Barbieri, que veio aqui uma vez e xingou nosso jogador, e eu pedi para ele não fazer isso porque ele é o líder. Eu acho que ele não deveria ter feito isso. Mas fica de aprendizado”, acrescentou o jogador, que foi contratado pelo São Paulo a pedido do treinador Fernando Diniz, em 2020.


O que aconteceu entre Diniz e Luciano?

A confusão começou quando o zagueiro Manoel tocou a bola para lateral e caiu no chão reclamando de dores na coxa. Luciano, então, correu para recomeçar o jogo, abrindo mão de um possível fair play.


A atitude irritou o técnico Fernando Diniz, que começou a discutir com o jogador do São Paulo. De imediato, iniciou-se uma grande confusão entre os atletas.


O treinador do Fluminense chegou a chamar Luciano de “burro” e, depois, ainda afirmou que Luciano, para ele, “acabou”.


De fora, o árbitro Anderson Daronco observou a cena e decidiu expulsar o técnico Fernando Diniz, que ficou inconformado. Luciano foi advertido com um cartão amarelo.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias