Pesquisar
Close this search box.
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Ypiranga vence o Athletico-PR no jogo de ida pela Copa do Brasil

whatsapp image 2024 05 01 at 20.23.43
Ypiranga x Athletico-PR (Foto: Enoc Junior/Ypiranga FC)

O que não faltou no Colosso da Lagoa foi emoção. Com reviravolta nos últimos lances, o Ypiranga venceu, de virada, o Athletico por 2 a 1, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Longe dos seus domínios, o Furação abriu o placar no primeiro tempo com o gol anotado pelo uruguaio Canobbio. Depois de tanto pressionar durante toda a etapa final, o time gaúcho foi premiado com a virada nos acréscimos. Em um espaço de três minutos, Mateus Anderson empatou e Fabrício Pereira deu a vitória para o Canarinho.


Primeiro Tempo


A etapa inicial foi marcada pelo equilíbrio no Colosso da Lagoa. Logo aos quatro minutos, Pablo quase abriu o placar para o Athletico ao desviar cruzamento. No entanto, o lateral Gedeílson tirou em cima da linha. Dentro dos seus domínios, o Ypiranga não se limitou a apenas defender e empilhou boas chances com William Gomes, Jonathan Ribeiro e Edson Cariús. Na última delas, o centroavante recebeu na área, mas acabou finalizando cruzado para fora.


Depois de ficar próximo de permitir o gol do time gaúcho, o Furação acordou e chegou ao gol de inauguração do placar. Aos 34, Zapelli deu ótimo passe em profundidade para Canobbio. O uruguaio, pela lateral da grande área, finalizou cruzado com força e superou o goleiro Alexander. Impulsionado pelo bom momento na partida, o Athletico foi quem seguiu controlando as ações, mas esbarrou na defesa do Canarinho.


Ypiranga x Athletico - Felipinho

Ypiranga x Athletico – Felipinho (Foto: Enoc Junior/Ypiranga FC)


Segundo Tempo


A etapa final em Erechim foi de controle total dos mandantes. Em desvantagem no marcador, o Ypiranga assumiu uma postura mais ofensiva na etapa final e começou a empilhar boas chances. Aos 18, Gedeílson ficou com sobra, no bico da grande área, e soltou uma bomba. A bola acertou a trave do goleiro Bento. Logo na sequência, Caio Mello cruzou rasteiro para a área. Na marca do pênalti, Zé Vitor ficou após desvio, girou sob a marcação e soltou a bomba, que passou por cima do gol.


Já na segunda metade da etapa, o Canarinho teve o lance mais claro para igualar o placar. Mateus Anderson foi lançado em velocidade, ficou na cara de Bento, mas ao tentar encobrir o goleiro, jogou por cima. A pressão do Ypiranga seguiu. Aos 33 minutos, o time gaúcho chegou a balançar as redes do Fu ração com o zagueiro Fernando, mas o lance foi anulado por impedimento do defensor em cobrança de falta ensaiada. O panorama da partida continuou o mesmo com os mandantes acumulando chances reais. Aos 42, Zé Vitor foi lançado, finalizou cruzado e bola passou muito perto. Na jogada seguinte, após escanteio cobrado, Zé desviou na primeira trave e a bola acertou a trave. Na sequência, em cima da linha, Gamarra salvou. De tanto martelar, o Ypiranga foi premiado nos acréscimos da partida. Aos 50, Mateus Anderson recebeu passe em profundidade, cortou a marcação e acertou bela finalização para igualar. O empate não diminuiu o ímpeto do Canarinho. Logo após a saída de campo, Fabrício ficou com sobra de cruzamento e, de fora da área, virou para o Ypiranga.


Agenda


Depois do desafio pela Copa do Brasil, o Ypiranga volta a atuar pela Série C, no próximo sábado, às 17h, contra o Náutico, nos Aflitos. Já o Athletico, pela elite brasileira, duelará com o Vasco, no domingo, às 16h, na Ligga Arena.


Como fica


Com a vitória no Colosso da Lagoa, o Ypiranga joga pelo empate no jogo da volta na Ligga Arena. Já o Athletico, precisará de uma vitória simples para levar para as penalidades máximas ou por uma vantagem maior para garantir a classificação. As duas equipes se enfrentam no próximo dia 22, às 20h.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
1200 x 250

Últimas Notícias