Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

MC Pipokinha é processada por empresa de eventos após atitude em show

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

MC Pipokinha foi processada por uma empresa de eventos em uma “ação de reparação material com danos morais”.


Segundo o colunista Peterson Renato, do Hora Top TV, a empresa é responsável pela organização do evento “Carna Tenda”, uma festa no seguimento universitário que acontece periodicamente.


MC Pipokinha foi contratada para a edição do carnaval de 2023, ocorrida em 11 de fevereiro de 2023, para a realização de um show com duração entre 30 e 40 minutos. Foi paga a quantia de R$ 30 mil por dois shows.


No entanto, à Justiça, a empresa relatou que, por volta das 21h45, a cantora foi liberada para subir ao palco e, no momento de iniciar sua apresentação, Pipokinha teria manifestado um “surto comportamental”, sem qualquer fundamento, surpreendendo a todos, tanto os colaboradores quanto aos próprios produtores da artista.


“A primeira requerida [MC Pipokinha] ao ter o microfone em mãos, começou a agitar o público contra a organização do evento, em dizeres de que ‘a casa’ teria a ‘segurado 3 horas no camarim’, e inclusive tentando puxar um coro ‘ei arena, vai tomar no c*’”, diz um trecho do documento.


De acordo com a defesa da empresa, a cantora teria desvirtuado publicamente os fatos, já que ela e sua equipe decidiram chegar pouco antes do horário de apresentação para aproveitar o camarim.


No processo, a empresa pediu a procedência da ação, e a condenação da cantora a devolução dos valores pagos, no valor de R$ 13.125,00, além do reembolso pela contratação emergencial de outra artista, no valor de R$ 35.000,00. Ela pediu ainda, uma indenização por danos morais. O montante do valor da causa é de R$ 48.125,00.


 


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias