Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Vai comprar carro com mais de 10 anos de uso? Saiba o que analisar, dicas

Luciana Félix: “Em um carro com mais de 10 anos de uso, é importantíssimo analisar a parte mecânica e seu funcionamento” Foto: Na Oficina / Guia do Carro
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Um levantamento feito pelo Webmotors mostrou que 61% de seus usuários têm a pretensão de adquirir um veículo usado. Somente em janeiro deste ano a venda desse tipo de veículo aumentou 14%, comparado com o mesmo período de 2023, segundo dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto).


Porém, comprar um veículo usado requer alguns cuidados para não gerar arrependimentos posteriores. A pedido do Guia do Carro, a especialista em mecânica de automóveis e gestora da Na Oficina, Luciana Félix, deu algumas dicas para te auxiliar na hora de avaliar um veículo usado. Veja a seguir.


Parte externa


“Verificar toda a estrutura da lataria, se tem amassados, excesso de massa, se tem algum sinal de corrosão, verifique se há sinais de minério, abra a tampa do reservatório de combustível e verifique como está essa parte do carro, isso também é muito importante”, diz Luciana.


Luciana ainda orienta a “analisar as borrachas da porta, as quais são aquelas vedações. Verificar se elas estão em bom estado ou se estão rachadas, ou se têm marcas de minério, de lama”.


“É importante analisar também as canaletas dos vidros, as quais são aquelas borrachas que seguram os vidros”, afirma Luciana.


Segundo Luciana, é importante “verificar se as canaletas estão em bom estado, se não estão ressecadas ou amareladas, porque isso também impacta no momento que o vidro sobe ali da porta, para não arranhar e não ter prejuízos.”


Parte interna


A orientação da Luciana é que o comprador “examine por completo a parte do carpete, bancos, tetos, maçanetas, puxadores, a parte da alavanca de câmbio e verificar como está aquela parte do console do carro.”


Parte mecânica


“Em um carro com mais de 10 anos de uso, é importantíssimo analisar a parte mecânica e seu funcionamento”, ressalta Luciana.


Segundo ela, “fazer um teste drive no carro, com uma pessoa especializada, de preferência um profissional de mecânica. Dar uma volta nesse carro, apertar o freio, praticar a escuta atenta com o som automotivo desligado, isso é importante para que você possa analisar se existe algum ruído ou trepidação.”


“Veja se há dificuldade na hora de dar partida no carro. Verifique a aceleração, se ela está contínua, verifique o desempenho do carro quando você acelera, se esse desempenho ele se mantém ou se o carro falha por algum momento” diz Luciana.


Segundo Luciana, essa é a hora de você verificar como foram feitas ali as manutenções preventivas. “Se o carro teve manutenção preventiva, as peças vão ser desgastadas conforme o recomendável manual, não até o fim da vida útil”.


Recomendações gerais


Luciana também destaca, que é muito importante saber a quilometragem e o ano do carro, além de analisar toda a documentação.


“Saber se esse carro não tem nenhum impedimento, se o licenciamento e certificado de inscrição estão em dia, é fundamental para que você não tenha nenhum tipo de problema na hora de realizar essa transferência”, diz Luciana.


Luciana também alerta que é importante conferir se esse carro não foi adquirido em leilão. “Carros adquiridos em leilões têm algumas dificuldades como, por exemplo, fazer seguro”, diz Luciana.


Outros dois pontos que devem ser analisados são a situação dos pneus e da suspensão, por serem duas coisas que trabalham juntas. “Sempre analise como estão os pneus, se são todos iguais e se a numeração está correta, e se estão dentro do TWI, que é o índice de desgaste do pneu”, diz Luciana.


Analisar a validade dos pneus também é muito importante, visto que eles têm uma validade de 3 a 5 anos. Cada fabricante determina isso de uma forma.


“É interessante também verificar se esses pneus estão sendo gastos regularmente, e caso não estejam, significa que esse carro sem manutenção preventiva no alinhamento ou as convergências não estão em acordo com o recomendável” diz.


“É importante, também, saber para qual demanda e itinerário que você vai utilizar o veículo, para que você tenha economia”, diz.


Para finalizar, Luciana orienta que caso a pessoa não tenha conhecimento em mecânica, ela deve levar o veículo a uma oficina de confiança, para que ele passe por uma análise minuciosa, tanto de lataria, quanto de suspensão, freio e motor.


“É importante também, no momento dessa compra, você solicitar o histórico de manutenção, ou seja, o relatório de tudo o que foi feito nesse veículo”, diz. “Nunca assine o contrato sem antes ter todas as informações do carro que você está comprando” finaliza.


Fonte: terra


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias