Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

“Prévia da inflação”: IPCA-15 sobe 0,36% em março com impacto de alimentos, diz IBGE

Quanto aos índices regionais, todas as áreas tiveram alta em março, de acordo com o IBGE Tânia Rêgo/Agência Brasil
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) subiu 0,36% em março, após ter avançado 0,78% em fevereiro, informou nesta terça-feira (26), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Pesquisa da Reuters com economistas estimava alta de 0,32% para o período.


De acordo com o instituto, o resultado foi, em grande parte, influenciado pelo grupo de Alimentação e Bebidas, com alta de 0,91% e impacto de 0,19 p.p. no índice geral.


O IPCA-E, que se constitui no IPCA-15 acumulado trimestralmente, situou-se em 1,46%, abaixo da taxa de 2,01% registrada no mesmo período em 2023.


Nos últimos 12 meses, a variação do IPCA-15 foi de 4,14%, abaixo dos 4,49% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em março de 2023, o IPCA-15 foi de 0,69%.


O IBGE detalha que, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, cinco registraram alta em março.


Além do grupo Alimentação e bebidas, também se destacaram os grupos Transportes (0,43%) e Saúde e cuidados pessoais (0,61%). As demais variações ficaram entre o -0,58% de Artigos de residência e o 0,19% de Habitação.


Por região

Quanto aos índices regionais, todas as áreas tiveram alta em março, de acordo com o IBGE.


A maior variação foi registrada em Belém (0,74%), por conta das altas do açaí (18,87%) e da gasolina (1,96%). Já o menor resultado ocorreu em Goiânia (0,14%), que apresentou queda nos preços do automóvel usado (-3,19%) e das carnes (-1,02%).


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias