Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Padre explica tradição da Sexta-Feira Santa e diz que comer carne é infração de mandamento

Foto: Padre Manoel Costa, reitor da Catedral Nossa Senhora de Nazaré, em Rio Branco I Whidy Melo/ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

A próxima sexta-feira, 29, acontece uma das datas mais importantes no calendário católico. A Sexta-Feira Santa é símbolo de luto, penitência e reflexão para os religiosos, marcada pela crucificação de Jesus Cristo, tendo como principal representação de respeito o jejum, quando os fiéis são orientados pela Igreja Católica ao jejum completo, parcial, ou pela troca da carne vermelha pelo consumo do peixe (veja o vídeo no fim da matéria).


Segundo o Padre Manoel Costa, reitor da Catedral Nossa Senhora de Nazaré, em Rio Branco, o fundamento da Semana Santa, como um todo, é a celebração da fé em Jesus Cristo. “Durante a Semana Santa, Jesus Cristo sacrificou sua própria carne por amor de nós. Por respeito e solidariedade, esse ato passou a ser difundido no mundo inteiro”, explica Manoel.


Se o consumo de carne vermelha é desestimulado, por que os católicos são orientados a consumir a carne do peixe, e não outras carnes brancas?


Manoel Costa diz que o peixe tem para os cristãos três significados importantes, que são preservados na tradição católica. “Primeiro, o consumo do peixe é considerado uma forma de jejum, já que é um alimento menos consistente, mais leve. Em segundo lugar, o peixe é símbolo de pacificidade, o que nos lembra Jesus, que foi pacífico a ponto de perdoar aqueles que o sacrificaram. Em terceiro, e fundamentalmente, o peixe é símbolo de identificação dos cristãos, já que a palavra Peixe é escrito da mesma forma, em grego, que Jesus Cristo Filho de Deus Salvador (Ichthus ou ΙΧΘΥΣ, em grego antigo). Como no início do cristianismo não era permitida a reunião de cristãos, os crentes se identificavam não-verbalmente pela figura do peixe, sendo o peixe associado ao próprio Jesus”, disse o padre.


Afinal, é ou não é pecado comer carne vermelha na Sexta-Feira Santa?


Segundo Padre Manoel, a alimentação da carne vermelha na Sexta-Feira Santa é a quebra do preceito da Igreja Católica. “Você estando contra o preceito da igreja, comer a carne vermelha neste dia é uma infração de mandamento”, afirmou.


Assista ao vídeo:


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias