Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Municípios do Acre irão receber R$ 2,3 milhões do Ministério do Desenvolvimento Social para executar ações de acolhimento emergencial

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Com objetivo de expor a situação das enchentes no Acre e buscar medidas emergenciais para atendimento das famílias no período de cheia e pós-cheia, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH) recebeu nesta segunda-feira, 4, em Rio Branco, o diretor de Proteção Social Especial do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Regis Spindola, que chegou ao estado com os ministros Waldez Góes e Marina Silva.


Em decorrência da segunda maior enchente no Acre, representantes ministeriais visitaram o estado. Foto: Jonas Chaves/SEASDH

Em resposta aos prejuízos causados pelas enchentes, Spindola anunciou que “serão disponibilizados para os municípios, sobretudo aqueles que estão com situações de acolhimento emergencial do orçamento, um montante de 2,3 milhões [de reais], que devem ser depositados ainda nesta semana”.


R$ 2,3 milhões serão disponibilizados aos municípios. Foto: Jonas Chaves/SEASDH

Além disso, foi autorizada a utilização dos recursos mensais dos municípios, que somam mais de R$500 mil, para utilização no acolhimento emergencial.


O representante destacou também que o MDS irá unificar e efetuar os pagamentos do programa Bolsa Família. “Todas as famílias dos municípios que fizerem um requerimento receberão, no dia 15 de março, a parcela do programa”, explicou.


No decorrer do dia, os representantes estaduais e federais passaram pelos bairros da capital próximos ao Rio Acre, observando os principais locais afetados pelas águas, bem como a situação das casas e das famílias.


Secretária e diretores da SEASDH acompanham diretor do MDS em visita aos bairros alagados. Foto: Jonas Chaves/SEASDH

A titular da SEASDH, Maria Zilmar da Rocha, destaca que a pasta está atendendo às demandas enviadas pelos municípios, e estão sendo disponibilizados alimentos, água potável, kits de higiene e de limpeza, entre outros itens.


“O Estado tem feito um trabalho incansável, juntando esforços para que a gente possa, da melhor forma possível, ajudar aqueles municípios, aquelas famílias afetadas e as pessoas que estão em vulnerabilidade”, ressaltou.


Secretária destaca que Assistência Social está dando todo suporte aos municípios. Foto: Jonas Chaves/SEASDH

Visita

Durante visita à sede da SEASDH, Regis Spindola pôde conhecer a estrutura da secretaria, além dos avanços nos planos e programas desenvolvidos no Acre. Também foram discutidas medidas para evitar as enchentes e o planejamento de arranjos emergenciais para atendimento das famílias na alagação.


Gestor federal conheceu instalações da secretaria, servidores e programas desenvolvidos. Foto: Jonas Chaves/SEASDH

O diretor do MDS conheceu também as instalações da Casa Abrigo Mãe da Mata, entidade da rede socioassistencial pública e privada, bem como seus atendimentos e público beneficiado. A instituição busca garantir a proteção integral de indivíduos ou famílias.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias