Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Bocalom decreta situação de emergência em Rio Branco em razão da cheia do rio Acre

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Foto: Tião Bocalom decreta situação de emergência em Rio Branco I Whidy Melo/ac24horas


 


 


O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, assinou na manhã desta segunda-feira, 26, o decreto de situação de emergência na capital acreana em razão da cheia do rio Acre, que já atinge 51 mil pessoas em 37 bairros, num momento em que não há previsão de vazante. O documento deve ser publicado hoje em edição extra do Diário Oficial.


O decreto assinado pelo prefeito Tião Bocalom será entregue em mãos ao ministro Waldez Goes, do Desenvolvimento Regional e responsável pela Defesa Civil Nacional ainda hoje, em Brasília, e tem vigência a partir da assinatura e pelos próximos 180 dias.


“Estamos encaminhando o decreto, temos também uma reunião com o ministro, mas a gestão não esperou, já estamos trabalhando com o recurso de R$ 2 milhões para compra de tudo o que for necessário, não abandonamos as pessoas até que esse recurso federal chegue”, afirmou o prefeito Tião Bocalom.


O coordenador da Defesa Civil de Rio Branco, tenente-coronel Cláudio Falcão, afirmou durante coletiva nesta manhã que o fato de o rio Acre ter diminuído o ritmo de subida a partir de domingo, 25, não anima. “É uma ilusão acreditar que vai haver uma estabilização agora, essa lentidão na subida deve ser temporária, ainda tem muita água para descer e nos municípios acima ainda chove”, disse.


O valor a ser encaminhado pelo Governo Federal para ajudar na contenção da crise em Rio Branco deve ser divulgado durante a reunião entre o prefeito Tião Bocalom e o ministro Waldez Goes.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias