Pesquisar
Close this search box.
970x250

Ministério da Justiça recebe imagens de suposta agressão a Moraes em Roma

Ministério da Justiça e Segurança Pública recebeu, nesta segunda-feira, 4, as imagens das câmeras de segurança do aeroporto de Roma, na Itália, que mostram o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e familiares sendo hostilizados. O filho do magistrado chegou a ser agredido fisicamente na ocasião. A Secretaria Nacional de Justiça (Senajus) enviou os arquivos para a Polícia Federal (PF), que dará prosseguimento às investigações. “O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional de Justiça (Senajus), responsável pelos pedidos de cooperação jurídica internacional, informa que recebeu na manhã de hoje (4) as imagens do circuito de segurança do aeroporto de Roma, que registraram a agressão à família do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Os arquivos serão enviados ainda nesta tarde à Polícia Federal”, diz a nota divulgada pela pasta.


O caso ocorreu no dia 15 de julho deste ano. Moraes estava na Itália para dar uma palestra na Universidade de Siena. Após investigações, a PF identificou dois homens e uma mulher como supostos agressores: Roberto Mantovani Filho, Alex Zanatta e Andréia Mantovani. O episódio teria ocorrido quando Andréia chamou Moraes de “bandido, comprado e comunista”. Na sequência, outros suspeitos começaram a xingar o ministro e a família, até que Roberto, marido de Andréia, golpeou o rosto do filho do ministro, segundo a PF. Mesmo após a agressão física, o trio continuou com os xingamentos contra a família de Alexandre de Moraes. Apesar das imagens dos circuitos de segurança terem chegado somente nesta segunda, os agentes da PF tiveram acesso a fotografias feitas no aeroporto de Roma e já no Brasil, em Guarulhos.


Por Jovem Pan News


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias