Pesquisar
Close this search box.
1200 x 250

“Caso U:Verse” segue sem resolução e ex-alunos fazem novo protesto em Rio Branco

Continua sem um desfecho o “Caso U:Verse”, o centro universitário que encerrou as atividades no final de junho passado deixando muitos estudantes em situação de indefinição quanto ao futuro acadêmico.


Nesta segunda-feira, 4, um novo protesto realizado em frente ao prédio da instituição reuniu ex-alunos dos cursos de Direito, Administração e Contabilidade.


O assunto foi debatido em audiência pública no último dia 28, em Brasília, por iniciativa da deputada federal Socorro Neri. De acordo com reportagem do g1 Acre, o representante do Ministério da Educação, Rafael Furtado, disse que a assessoria jurídica do MEC já trabalha no caso.


Entre os motivos alegados para o fechamento do U:Verse, a direção da instituição cita a pandemia de Covid-19 e a grande evasão de alunos. À época do anúncio, o centro universitário informou que os estudantes seriam transferidos para a Unimeta.


O reitor da U:Verse foi convidado a participar da audiência em Brasília, contudo, não compareceu, avisou que tinha outro compromisso e não enviou representante.


A deputada federal Socorro Neri disse que foram identificadas várias falhas na legislação, que busca dar garantias aos estudantes e segurança jurídica de que seriam amparados na conclusão dos cursos.


Segundo a parlamentar, dos 525 estudantes afetados, mais da metade são beneficiários do Programa Universidade Para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os prejuízos são muitos.


Polêmica

A situação também foi tema de audiência pública do Ministério Público do Acre (MP-AC) no dia 27 de julho. Com a presença de autoridades e dos alunos prejudicados, a 1ª Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor discutiu sobre a situação enfrentada por centenas de estudantes da instituição.


O promotor responsável, Dayan Moreira, disse ainda que o MP entraria com uma ação civil pública contra a instituição. O Ministério da Educação (MEC) também foi acionado para apurar os prejuízos causados pela U:Verse.


O assessor especial do ministério e ex-deputado estadual do Acre, Léo de Brito, havia anunciado nas redes sociais que abriu um procedimento e encaminhou para a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) para acompanhar a situação.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias