Pesquisar
Close this search box.
banner 970x250

Confira os produtos extrativistas do Acre que são apresentados para o mundo com perspectivas de receber mais investimentos  

Kits estão sendo entregues durante as reuniões. Foto: Pedro Devani/Secom

 Castanha, palmito e óleos de açaí, andiroba, copaíba, buriti e murmuru são alguns dos produtos extrativistas levados pela comitiva do Acre para a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP27), que ocorre em Sharm el Sheikh, no Egito, desde o último dia 8.

Um kit contendo amostras de todos esses produtos estão sendo entregues nas reuniões bilaterais com parceiros e potenciais investidores. A ideia é apresentar os produtos já financiados por meio do Programa REM, desde a primeira fase de execução, a fim de conquistar mais financiamentos internacionais.


Estamos na segunda fase do Programa REM e nesta etapa estamos fazendo uma ampliação para outras cadeias produtivas, como mel de abelha, mandioca, cupuaçu e cacau. Só para a borracha e murmuru já foram investidos 4,5 milhões de reais nesta fase”, disse a coordenadora do Programa REM, Roseneide Sena.


Proposta é apresentar os produtos já financiados por meio do Programa REM, desde a primeira fase de execução, a fim de conquistar mais financiamentos internacionais. Foto: Pedro Devani/Secom

Ao todo, em 10 anos de programa, mais de R$ 175 milhões foram investidos pelo banco alemão KfW, beneficiando 6.500 famílias que vivem na floresta, alcançando 25.893 pessoas no total. O programa já contribuiu com mais de 7,2 milhões de hectares de áreas florestais no estado do Acre, levando qualidade de vida às famílias que vivem na floresta.


Agência Acre


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner 970x250

Últimas Notícias