Pesquisar
Close this search box.
banner oferta do dia ac24h

Sejusp diz que mortes violentas intencionais reduziram 15% no AC

03942529236103f28ed957c11c653f6f 400x240

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), registra a redução da taxa de mortes violentas intencionais (MVIs) em 15% no primeiro semestre de 2024, em comparação com o mesmo período de 2023. O levantamento aponta os números relacionados a homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, latrocínio, feminicídio e morte por intervenção policial.


Segundo titular da Sejusp, coronel José Américo Gaia, em dez municípios houve redução: “Parabenizo todos os profissionais da Segurança, com a certeza de que até o fim de 2024 continuaremos na trajetória de reduções, o que é fundamental para o nosso estado”.


Os dados são relativos ao período de 1º de janeiro a 1º de julho e seguem as metas estabelecidas pelos planos Estadual e Estratégico de Segurança Pública do biênio 2023-2024. O secretário destaca a importância das estratégias de segurança pautadas por dados como os apresentados nesse levantamento, para reduzir os indicadores da criminalidade de forma geral, mas principalmente das mortes em todo o Acre.


“Nossas atuações de planejamento estratégico são baseadas em evidências como esse levantamento sobre as MVIs; isso é fundamental para a Segurança Pública estadual. Contamos com policiamento nas cidades, zona rural e nas fronteiras, o que constitui grande auxílio para a redução na letalidade violenta e para o aumento da produtividade policial”, explica.


Queda de indicadores criminais


A maior redução foi das ocorrências de latrocínio, que caíram 66,67%. O número de mortes causadas por intervenção policial foi 40% inferior ao de 2023. Os indicadores novos da Sejusp mostram que os homicídios também caíram 14%. A tendência de redução do número de vítimas se estende aos demais crimes contra a vida; a taxa de execuções foi 7,14% menor do que a do ano passado. As taxas de feminicídio também não apresentaram aumento.


A frequência absoluta e relativa de MVIs por município demonstram que Manuel Urbano, Xapuri, Capixaba e Epitaciolândia tiveram redução de 100%, seguidos de Cruzeiro do Sul com 71,43%, Marechal Thaumaturgo e Assis Brasil, que reduziram 66,67% cada. Logo em seguida, vem Sena Madureira, com 57,14%; Rodrigues Alves com 50% e Rio Branco, que apresentou queda de 7,69% .


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias