Pesquisar
Close this search box.
ba banner portal microcredito 960x100px mai24

Presidiário é condenado a 21 anos de prisão pela morte de detento durante banho de sol

extra 2024 07 10t083051

Rafael da Silva Campos e Marcelo Maia da Costa foram julgados pelo homicídio triplamente qualificado do detento Edivan da Silva Dias. A sessão ocorreu no plenário da 1ª Vara do Tribunal do Júri no Fórum Criminal de Rio Branco. As informações são da TV5.


O promotor do Ministério Público, Carlos Pescador, solicitou a condenação de Rafael e a absolvição de Marcelo. “O Rafael confessou o crime e afirmou que foi o responsável”, declarou o promotor.


O conselho de sentença do Tribunal do Júri acatou a tese do Ministério Público e condenou Rafael Campos a 21 anos de prisão. O réu já cumpre pena de mais de 50 anos pela morte de um militar. Já Marcelo Maia acabou absolvido do crime.


Edivan da Silva Dias, 38 anos, foi assassinado em agosto do ano passado durante o banho de sol no Pavilhão K do Complexo Prisional de Rio Branco. Dois presos confessaram o crime, revelando que usaram uma faca artesanal, conhecida como estoque, para atacar a vítima por vingança. A motivação do crime seria o assassinato, por Edivan Dias, do irmão de Marcelo da Costa. Rafael do Nascimento também teria se desentendido com a vítima e levado um tapa no rosto.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
ba banner portal microcredito 960x100px mai24

Últimas Notícias