Pesquisar
Close this search box.
img 6916

Polícia investiga se incêndio em antigo armazém da Cageacre foi criminoso

extra 2024 07 02t074716
Polícia investiga se incêndio em antigo armazém da Cageacre foi criminoso

Um incêndio que destruiu quase que completamente um antigo armazém da Companhia de Armazéns Gerais e Entrepostos do Acre (Cageacre) em Brasiléia, na tarde desta segunda-feira (1º), está sob investigação da polícia na fronteira.


O armazém, que abrigou atividades de beneficiamento e ensacamento de arroz, milho, feijão, entre outros produtos, teve seu auge de funcionamento nas décadas de 1980 e 1990, estando abandonado há quase 30 anos.


O prédio já foi cogitado para projetos de infraestrutura do governo do estado, como a construção de um novo hospital, alojamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU – e maternidade, mas nenhum desses planos foi concretizado.


Por meio de nota, o atual presidente da Cageacre, Pádua Vasconcelos, informou que desde o início dos anos 2000, o prédio não pertence à companhia, sendo de responsabilidade do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).


Ele acrescenta que o armazém foi adjudicado para o INSS para quitação de dívida previdenciária. “O Estado do Acre e a Cageacre não têm, portanto, qualquer responsabilidade ou interferência sobre seu uso e manutenção”, explicou.


Com colaboração do jornal O Alto Acre.


 


VEJA O VÍDEO:



Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner ofertas fim de semana do churrasco atacale 12a14 07 ac

Últimas Notícias