Pesquisar
Close this search box.
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Acre tem aumento de 13% no consumo de energia no primeiro semestre do ano

lampada moedas dinheiro conta de luz 1640108896606 v2 900x506
magem: iStock

O acreano tem cada vez mais consumido energia de elétrica. Essa é uma realidade comprovada por um aumento de 13% no consumo registrada nos primeiros seis meses de 2024, se comparado o mesmo período de 2023.


O comportamento das pessoas associadas as altas temperaturas registradas contribuem para esse aumento no consumo de energia.


Um ponto importante sobre o aumento no consumo, é que a cada ano, novas tecnologias surgem e mais equipamentos se conectam à rede elétrica como fornos, fritadeiras, robôs de limpeza, assistentes virtuais e tantos outros. Mas o que muitas pessoas não sabem é que ao adquirir vário desses equipamentos, é preciso fazer a “declaração de aumento de carga”, que nada mais é do que do que declarar quais as mudanças e obras se está fazendo na rede da sua casa ou estabelecimento.


Dessa forma, é possível dimensionar a rede elétrica de acordo com a demanda energética do cliente e dos imóveis atendidos nas proximidades.


“Um estabelecimento comercial, por exemplo, pode ter sido construído e a energia dimensionada ser apenas para um ar-condicionado, mas com o crescimento ou até mesmo o calor, precisa de novos equipamentos e instala novos aparelhos, adquire mais um refrigerador ou outros eletrodomésticos de alta potência, sem se atentar para o impacto disso na demanda de carga”, exemplifica o gerente de planejamento da Energisa Acre, Cristiano Saraiva.


“O mesmo pode acontecer numa residência, que foi construída com a energia dimensionada para uma certa quantidade de aparelhos e acabam instalando mais no decorrer do tempo”, completa ele.


Todos os clientes, inclusive comércios e indústrias, precisam fazer a declaração de carga sempre que tiver alguma alteração nela. Basta entrar em contato com a Energisa, por meio do 0800 647 7196 ou os canais de atendimento digitais, para informar a lista de equipamentos. Importante reforçar ainda que a declaração de carga não tem impacto no valor cobrado na conta de luz. Pois o valor da conta está ligado a quantidade de energia elétrica consumida junto a tarifa da unidade conforme classificação (comercial, residencial, industrial), sendo a leitura do consumo realizada mensalmente.


“Portanto, declarar a carga só beneficia o cliente, que terá energia de qualidade em casa ou no seu negócio sem prejudicar os outros clientes da região e a rede elétrica da distribuidora”, concluiu o gerente.


Veja as dicas da Energisa para administrar bem o consumo de energia:


Ar-condicionado: 23ºC é uma temperatura agradável para qualquer ambiente. Mantenha sempre as janelas e portas fechadas enquanto o equipamento estiver ligado e lembre-se que os filtros devem ser limpos com frequência, já que a sujeira dificulta a passagem do ar e reduz a eficiência do equipamento.


Ventiladores: esses aparelhos não resfriam o ambiente, então não devem ser deixados funcionando em ambientes vazios, pois desperdiçam energia.


Geladeiras e freezers: preferencialmente, esses eletrodomésticos devem ficar o mais longe possível do fogão, fornos e outras fontes de calor. A borracha de vedação da porta precisa estar em boas condições para não deixar o ar frio escapar. Não forre as prateleiras com plásticos ou panos, porque isso atrapalha a circulação interna do ar. Não guarde alimentos e líquidos quentes. Regule o termostato para o funcionamento correto da geladeira e, por fim, evite abri-la toda hora sem necessidade.


Iluminação: no verão os dias são mais longos, então aproveite ao máximo a luz natural. E quando precisar das luzes, acenda apenas os cômodos em uso e apague as lâmpadas dos ambientes vazios. Invista nas lâmpadas de tecnologia LED, que são as mais econômicas.


Aparelhos em stand-by: é mais econômico desligar aparelhos direto nos botões ou nas tomadas, e não apenas pelo controle remoto. Em geral, luzes indicativas acessas significam desperdício de energia.


Ferro de passar roupa: neste calor, economize tempo e energia. Passe apenas as peças essenciais. Roupas de cama, de academia e de ficar em casa dispensam o uso do ferro. Para não amassar, basta ter o cuidado de estendê-las corretamente no varal e dobrá-las ou colocá-las em cabides assim que secarem.


Chuveiro: “dê férias” para um dos maiores vilões do consumo de energia. Na hora do banho, use a posição “verão” ou aproveite o calor intenso para se refrescar com a temperatura do chuveiro no modo “desligado”.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner ac 24h

Últimas Notícias