Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

‘Time sem vergonha’: Vitória bate Flu no finzinho e torcida se revolta

foto: ascom 1
Marcelo protege a bola durante Fluminense x Vitória, duelo do Campeonato Brasileiro Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF

O Vitória foi ao Maracanã, venceu, deixou a zona de rebaixamento do Brasileiro e aumentou a crise no Fluminense. O triunfo da equipe baiana foi construído com um gol de Janderson, no fim do jogo. A derrota deixou a torcida do time das Laranjeiras revoltada — houve vaias aos jogadores e gritos de “time sem vergonha”, além de protestos contra o presidente Mário Bittencourt.


Este foi o primeiro jogo depois da demissão de Fernando Diniz do comando do time do Tricolor carioca. Marcão comanda a equipe interinamente.


Com o resultado, o Leão chegou a 12 pontos e pulou para a 15ª posição, empurrando o Atlético-GO para a degola. Já o Fluminense permanece com seis, na lanterna da competição.


O Tricolor carioca volta a campo no domingo, contra o Grêmio. O duelo será em Caxias do Sul. O Vitória recebe o Athletico-PR no Barradão.


Como foi o jogo


O primeiro tempo foi de bastante espaço para os dois times, mas poucas chances claras. Fluminense e Vitória conseguiram trocar passes entres as intermediárias e construir jogadas, mas falharam no último terço do campo.


No primeiro jogo sem Diniz, o Fluminense demonstrou ainda tentar se encontrar. O time também lidou com a impaciência da torcida. Em meio à crise, por diversas vezes o som da arquibancada deixava claro a insatisfação com as escolhas em campo. Na saída para o intervalo, misto de vaias e aplausos.


O Vitória explorava as saídas pela direita. Por ali, conseguiu levar um pouco mais de perigo, mas Fábio trabalhou mais nas finalizações de média distância.


Na volta para o intervalo, a primeira oportunidade mais clara foi do Vitória, mas logo o Fluminense se recompôs e se mostrou mais coeso em campo. A entrada de Alexsander na vaga de Gabriel Pires deu outra dinâmica ao meio. O time baiano, por outro lado, encontrava mais dificuldade na saída de bola.


A torcida aumentou a volume diante do cenário que se mostrou no segundo tempo, mas a resposta em campo não era suficiente. O Leão tentou diminuir o ritmo da partida, e conseguiu chegar bem ao ataque pela direita — foram dois cruzamentos que levaram perigo.


Nos minutos finais, o Fluminense empurrou o Vitória para o campo de defesa, enquanto a torcida se dividia entre cantos e críticas. Os baianos apostavam nas saídas em velocidade, e assim conseguiu o triunfo — Zé Hugo avançou e achou Janderson, que bateu cruzado e balançou a rede no fim da partida.


Lances importantes


Quase! Aos 10 minutos do 1º tempo, Keno recebeu na ponta esquerda, driblou Lepo e avançou em velocidade. O camisa 11 finalizou no canto e Lucas Arcanjo salvou.


Ousado. Aos 21 minutos do 1º tempo, Lepo recebeu lançamento longo e, no domínio, aplicou uma meia lua em Marcelo. O lateral avançou e cruzou, mas a zaga cortou.


Pegou. Aos 43 minutos do 1º tempo, Ganso tabelou com Terans e cruzou para Cano. O atacante argentino finalizou com um voleio, de primeira, e Lucas Arcanjo colocou para escanteio.


Defendeu. Aos 6 minutos do 2º tempo, Marcelo acionou Cano, que fez a parede par o próprio Marcelo. O lateral finalizou no cantinho e Lucas Arcanjo se esforçou para fazer a defesa.


Perigo. Aos 28 minutos do 2º tempo, o Vitória saiu jogando errado, Terans ficou com a sobra e arriscou. A bola passou perto


0x1. Aos 44 minutos do 2º tempo, Zé Hugo avançou, passou por quatro adversários e acionou Janderson. O atacante bateu cruzado e abriu o placar.


FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 x 1 VITÓRIA


Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 27 de junho de 2024, às 19h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA / SP)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (FIFA/ CE) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Wagner Reway (VAR-FIFA/ ES)
Cartões amarelos: Gabriel Pires, Samuel Xavier, Alexsander (FLU); Caio Vinícius (VIT)
Cartões vermelhos: –
Gols:Janderson, do Vitória, aos 44’/2ºT


Fluminense: Fábio; Samuel Xavier, Antônio Carlos, Thiago Santos e Marcelo (Diogo Barbosa); Martinelli (Renato Augusto), Gabriel Pires (Alexsander) e Ganso (John Kennedy); Terans, Keno (Douglas Costa) e Cano. Técnico: Marcão


Vitória: Lucas Arcanjo; Willean Lepo, Caio Vinícius, Wagner Leonardo e PK (Raúl Cáceres); Willian Oliveira, Luan Vinícius (Zé Hugo) e Léo Naldi; Matheusinho (Jean Mota), Alerrandro (Janderson) e Osvaldo (Eryc Castillo). Técnico: Thiago Carpini


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Últimas Notícias