Pesquisar
Close this search box.
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Rio Acre pode chegar a nível histórico de 1,25m e governo estudar decreto de alerta ambiental

rio acre nova 996x600 (1)

O coronel Carlos Batista, coordenador da Defesa Civil Estadual, disse ao ac24horas na manhã desta segunda-feira (3) que a tendência para os próximos meses é de que o Rio Acre apresente um nível de água inferior ao histórico 1,25m registrado no dia 2 de outubro de 2022. Diante da situação, a possibilidade de decretação do estado de alerta ambiental está sendo analisada.


De acordo com medição feita pela Defesa Civil de Rio Branco na manhã desta segunda-feira, o Rio Acre mediu 2,55m, recuando 5cm nas últimas 24 horas. O número é considerado baixo, já que a projeção é de que só volte a chover significativamente em outubro. “Estamos entrando no inverno, que, na verdade, é o verão amazônico. De junho a setembro chove em pouquíssima quantidade, o volume é bastante baixo. A tendência de chuva em grande volume é a partir de outubro”, explica o coronel.


O baixo volume da água do Rio Acre tem causado preocupações por parte das autoridades. A Defesa Civil Estadual solicitou a todos os municípios do Acre planos de contingência para prevenção às queimadas florestais, mas Carlos Batista explica que as consequências do baixo nível das águas em todo o estado podem gerar problemas em múltiplas áreas.


“Esse problema causa consequências na agricultura, pecuária, piscicultura, no abastecimento de água, problemas com o aumento das doenças circulatórias em decorrência da baixa umidade, o nível do lençol freático pode deixar poços secos, além do risco maior de incêndios”, disse o coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Batista.


Ainda segundo Batista, a Defesa Civil analisa a sugestão de decretação de estado de alerta para o fortalecimento das ações.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
(ac) banner ofertas qua e qui verde atacale 12e13 06

Últimas Notícias