Pesquisar
Close this search box.
ba banner portal microcredito 960x100px mai24

PF mira criminosos que invadiram sistema do TSE para fraudar títulos eleitorais

e titulo 1511202836

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (25) operação contra criminosos que fraudaram títulos eleitorais por meio do aplicativo e-Título, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As irregularidades foram identificadas em 158 registros.


A CNN apurou que a ação dos criminosos aconteceu no segundo semestre de 2023 de forma cadastral, sem afetar o sistema de votação.


Segundo a PF, o TSE identificou características diversas, que vão desde a emissão de título de eleitor até a inscrição como mesário voluntário.


A investigação aponta ainda que os suspeitos utilizaram o aplicativo e-Titulo usando o nome de pessoas públicas.


Ao todo, os agentes cumprem seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), São Miguel do Gostoso (RN) e Maracanaú (CE).


Os suspeitos devem responder pelo crime de invasão de dispositivo informático.


O que diz o TSE

Por meio de nota, o tribunal comentou o caso:


“Em ação preventiva e permanente de verificação da lisura e do rigor de dados nos seus canais digitais, em julho de 2023 o Tribunal Superior Eleitoral identificou acessos irregulares no aplicativo e-Título, sem qualquer relação com o sistema de votação nem com o processo eleitoral, cuidando-se de informações relativas a dados e informações não sensíveis.


Foi imediatamente comunicado o fato com pedido de providências à Polícia Federal, do que resultaram as medidas por ela adotadas.


O Tribunal Superior Eleitoral permanece atento a qualquer abuso ou desvio de particulares em relação a dados inseridos nos sistemas disponíveis e de guarda da Justiça para garantia plena dos direitos, segurança e proteção total dos eleitores, como nunca deixou de ocorrer, nem será admitido.”


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias