Pesquisar
Close this search box.
970x250 (1)

Inter supera arbitragem polêmica, vence Cuiabá e encosta no G6

Wesley, do Inter, disputa a bola com jogadores do Cuiabá Imagem: Divulgação/Sport Club Internacional

Em jogo com arbitragem confusa, dois pênaltis anulados e mais de sete minutos de paralisação para checagens do VAR, o Inter mostrou resiliência para vencer o Cuiabá por 1 a 0 na Arena Pantanal, neste sábado (1). O duelo foi válido pela sétima rodada do Brasileirão.


O que aconteceu


O primeiro tempo foi muito equilibrado e os times não conseguiram criar chances claras de gol. O 0 a 0 não saiu do placar.


Hugo Mallo marcou o gol da vitória do Inter aos 22 minutos, em um momento tenso. Um minuto antes, o Inter teve um pênalti anulado. O Cuiabá também teve uma penalidade anulada na segunda etapa, muito mais movimentada.


Com 10 pontos, o Inter assumiu o sétimo lugar, encostando no grupo de times que se classifica à Libertadores. A equipe colorada ainda tem dois jogos atrasados.


O Cuiabá segue sem somar pontos no Brasileirão. O time, que também tem dois jogos atrasados, é o último colocado.


O Inter já tem compromisso na próxima terça-feira (4). A equipe colorada visita o Real Tomayapo (BOL), pela Copa Sul-Americana, às 21h30 (de Brasília).


O Cuiabá volta a campo no dia seguinte. Em jogo atrasado do Brasileirão, a equipe recebe o Vitória, às 20h (de Brasília).


Inter com mais posse, mas Cuiabá melhor


O primeiro tempo não teve grandes chances de gol. Dentro do que os times se propuseram a fazer, os donos da casa foram mais bem-sucedidos.


O Inter controlou a posse de bola e trocou mais passes. No entanto, a equipe colorada não conseguiu encontrar espaços na defesa dos anfitriões. Na melhor chance dos visitantes, aos 33′, Wesley fez jogada individual pela esquerda e bateu bem; o chute foi desviado e a bola balançou as redes pelo lado de fora.


O Cuiabá apostou em definir os lances de forma mais rápida. Quando tinha a bola, a equipe da casa logo tentava definir a jogada, com passes longos para Isidro Pitta – pego em impedimento duas vezes. A melhor chance do Dourado foi com Max. Aos 31′, ele cabeceou forte após cruzamento de Ramon, mas Rochet encaixou.


Wesley desequilibra e Inter pressiona


Os primeiros minutos do segundo tempo pareciam mais do mesmo, mas Wesley, atacante do Inter, fez boas jogadas e ajudou o Colorado a pressionar. Sempre pelo lado esquerdo do campo, ele criou espaços e os gaúchos perderam a chance de abrir o placar.


Em arrancada pela esquerda, aos 8′, Wesley deixou o marcador para trás e cruzou rasteiro, em um lance que se repetiria algumas vezes. Alan Patrick dominou e dividiu com Walter, a bola sobrou para Bruno Henrique, que completou de voleio, mas Bruno Alves tirou em cima da linha.


Três minutos depois, o próprio Wesley quase marcou. Desta vez, ele tabelou pela esquerda – sempre por lá – e chutou de longe. A bola passou muito perto do travessão.


Pressão aumenta e o gol sai


O Inter continuou em cima e o perigo aumentou. Aos 17′, após finalização na trave de Bruno Henrique, Bruno Alves afastou com a mão a bola antes que Alan Patrick pudesse chutar. O árbitro marcou pênalti, mas, depois de consultar o VAR por quatro minutos, ele voltou atrás, marcando uma falta no início do lance sobre o próprio Bruno Alves.


No minuto depois da anulação do pênalti, o Inter pôde celebrar. Robert Renan cruzou da esquerda, aberto. Hugo Mallo dominou dentro da área e bateu forte, para vencer Walter e abrir o placar.


Roteiro cheio de reviravoltas na reta final


Uma falha de Rochet quase comprometeu o resultado. Aos 32′, Vitão recuou de longe e Rochet dominou mal. Ele dividiu com Eliel e levou a pior. Depois, o goleiro segurou o atacante do Cuiabá. O árbitro marcou pênalti e expulsou o arqueiro.


Quando tudo parecia perdido, o VAR mudou tudo. Depois de mais quatro minutos de paralisação, o árbitro marcou falta de Eliel em Rochet, anulou o pênalti e deu cartão amarelo para o jogador do Cuiabá.


Ainda deu tempo de Rochet se redimir. Aos 40 minutos, Guilherme Madruga aproveitou sobra de bola na meia-lua e emendou um belo chute. Rochet voou e espalmou para escanteio, garantindo a vitória.


FICHA TÉCNICA
Cuiabá 0 x 1 Internacional
Competição: Campeonato Brasileiro – 7ª rodada
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data e horário: 1º de junho de 2024 (sábado), às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Ribeiro Gonçalves
Cartões Amarelos: Clayson, Denilson, Ramon (CUI); Borré, Lucho González, Mercado (INT)


Gols: Hugo Mallo, aos 22 minutos do segundo tempo.


Cuiabá: Walter, Matheus Alexandre (Railan), Marllon, Bruno Alves e Ramon; Lucas Mineiro, Denílson (Guilherme Madruga), Fernando Sobral (Gimenez); Max (Jonathan Cafu), Clayson (Eliel) e Pitta. Técnico: Petit.


Internacional: Rochet, Mallo (Igor Gomes), Vitão, Mercado e Robert Renan; Thiago Maia, Bruno Henrique e Mauricio (Aránguiz); Wesley, Borré e Valencia (Alan Patrick). Técnico: Eduardo Coudet


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas Notícias