Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Influenciadores são investigados por estelionato e maus tratos contra filha

design sem nome 87

A Polícia Civil de Goiás investiga o casal de influenciadores Igor Viana e Ana de Santi, desde o final da semana passada, após receber denúncias de que ambos praticavam maus tratos e constrangimento contra a filha de 2 anos, que possui paralisia cerebral.


Segundo as denúncias recebidas pelos investigadores, o casal também desviava o dinheiro doado para o tratamento da criança em benefício próprio.


Agora, a polícia apura se os influenciadores podem ser indiciados pelo crime de estelionato.


Diversas pessoas do convívio da família foram ouvidas pelos agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em Anápolis (GO), na última terça-feira (25). A expectativa é que as oitivas permitam avanços no caso nos próximos dias.


O influenciador investigado, que possui mais de 18 mil seguidores no Instagram, fechou a conta após o caso repercutir na imprensa. Com isso, as publicações feitas por ele ficam restritas às pessoas que possuem autorização para seguir seu perfil.


Em paralelo à atuação da polícia, o Conselho Tutelar retirou a criança dos pais e entregou aos avós paternos. Segundo a polícia civil, a medida tem o objetivo de impedir que os crimes continuem acontecendo ao longo das investigações, além de garantir a integridade da menina.


Ainda segundo os investigadores, as denúncias contra o casal de influenciadores “não param de chegar”, ainda esta semana, mesmo após a abertura do iquérito.


O Ministério Público de Goiás informou à CNN que a 17ª Promotoria de Justiça de Anápolis instaurou um procedimento extrajudicial para apurar a situação envolvendo a criança.


Os promotores aguardam um relatório do Conselho Tutelar para seguirem analisando o caso.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner 970x250

Últimas Notícias