Pesquisar
Close this search box.
img 6916

Com tumor raro na mandíbula, paciente tem qualidade de vida restaurada após cirurgia bucomaxilofacial na Fundhacre

cirurgia bucomaxilofacial fundhacre tumor 2 scaled
Foto: Gleison Luz/Fundhacre

José Jerônimo dos Santos, de 46 anos, teve sua qualidade de vida restaurada na quarta-feira, 26, após passar por cirurgia bucomaxilofacial na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre). O procedimento para remoção completa do tumor raro – um ameloblastoma, e a reconstrução da área afetada ocorreu com sucesso e o paciente já recebeu alta médica para se recuperar em casa.


 


“O atendimento [na Fundação] foi ótimo”, destacou o paciente José Jerônimo. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

A intervenção, realizada por uma equipe multiprofissional, foi fundamental para a remoção do tumor e para a recuperação do paciente. Com o tumor localizado na mandíbula, José sentia grande desconforto, além de ter sua fala e mastigação comprometidas.


 


“Desde 2019 que eu estou correndo atrás. Graças a Deus, ao doutor Pedro e ao doutor Fabiano que me atenderam muito bem. As pessoas veem o lado negativo, veem que é uma enfermidade, perguntam o porquê daquilo, por que não cuidou mais rápido. Essas coisas todas que incomodam a gente também, né? Mas o atendimento [na Fundação] foi ótimo. Desde o início eles me atendem muito bem. Toda a equipe médica, graças a Deus, me atende muito bem”, reforçou o paciente.


Cirurgias como essa são feitas em grandes centros e estão acontecendo na Fundhacre, conforme frisou o cirurgião bucomaxilofacial Pedro Arantes. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Pedro Arantes, um dos dois cirurgiões bucomaxilofacial que conduziu o procedimento, reforça o quanto a Saúde do Acre está preparada para operar casos de alta complexidade como o de José. “Hoje, o nosso serviço está preparado para fazer cirurgias de alta complexidade, cirurgias essas que são feitas em grandes centros, porque a gente utiliza da tecnologia, a gente reconstrói a mandíbula do paciente e imprime numa impressora 3D e consegue, por meio disso, dobrar a placa, facilitando a cirurgia de reconstrução. Então, hoje, no nosso serviço, o paciente vai ter uma ressecção do tumor grande na mandíbula e vai conseguir, já de imediato, reconstruir e não perder estética, nem função, poder mastigar, entrar em função o mais breve possível. Então, isso realmente é um grande ganho e é um grande avanço que a gente tem hoje no serviço da Fundhacre”, salientou o profissional.


Fabiano Conrado é cirurgião bucomaxilofacial. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Fabiano Conrado, que também é uma das referências neste tipo de procedimento na região, destacou a importância de o Estado proporcionar este tipo de atendimento, sem que o paciente tenha que ser transferido para outras regiões. “O Acre tem proporcionado à sua população, que necessita desse tipo de tratamento, uma qualidade muito grande, por intermédio dos profissionais que vêm fazendo esse tipo de cirurgia e da metodologia utilizada para a realização desses procedimentos. Então, hoje em dia, a gente não faz mais nenhum trabalho de ressecção e reconstrução sem uma prototipagem. Vale salientar que essa cirurgia também utiliza outras especialidades, como a ortopedia. E a Fundhacre dá condições para que a gente possa realizar um procedimento desse com uma equipe multidisciplinar, trazendo um melhor resultado para o paciente, sem que ele tenha que fazer um tratamento fora de domicílio. E isso é o mais importante pra gente, a qualidade do tratamento que o paciente deve ter”, destacou.


A complexa cirurgia foi um sucesso e o paciente recebeu alta hospitalar para se recuperar em casa. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Maior complexo hospitalar do Acre, a Fundhacre presta assistência médica-hospitalar em todos os níveis de atenção à saúde, incluindo os serviços de bucomaxilo. Sobretudo, para ter acesso aos serviços cabe salientar que o cidadão precisa procurar inicialmente uma Unidade Básica de Saúde (UBS), conforme reforça o médico Fabiano Conrado: “Gostaria de fazer um chamamento à população acreana que necessita dos serviços da bucomaxilo, que incluem fraturas faciais, remoções de lesões, como é o caso do José hoje, problemas cirúrgicos de ATM [Disfunção da articulação temporomandibular], cirurgias ortoguináticas também. Então, que esses pacientes procurem a unidade de saúde básica para eles poderem ser regulados, encaminhados e aí, sim, serem atendidos aqui na Fundação”, reforça.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
(ac) banner ofertas qua e qui verde atacle 10e11 07

Últimas Notícias