Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Vaquinha para soltura do cantor Hangell Borges já arrecada R$ 10,3 mil no Acre

preso pensao 996x600

Os pedidos de ajuda em forma de “vaquinha online”, organizados por familiares e amigos do cantor acreano Hangell Borges, preso no último sábado (25) pelo não pagamento de pensão ao filho, ainda não alcançou o valor necessário para a saída de Hangell do presídio Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco.


De acordo com o cantor Júnior Morais, que coordena uma das vaquinhas, até às 12:43h desta quarta-feira, 29, o montante arrecadado foi de R$ 10.326,00, sendo que deste valor, R$ 5.000 foi uma doação do dono da boate Moon, em Rio Branco, feita diretamente ao advogado de Hangell.


“Estamos precisando de R$ 4.674,00 para finalizar o valor do acordo, que ficou em R$ 15.000 [para a libertação] e R$ 13.000 parcelados em um acordo que será feito entre as partes”, explicou Morais.


Morais ainda explicou que familiares e amigos temem pela segurança de Hangell, que estaria preso junto a criminosos de alta periculosidade. “Foi colocado junto a bandidos de alta periculosidade, e o tratamento é da mesma forma. Não tivemos como visitá-lo porque a carteirinha [de visitante] necessita de 30 dias para ser feita. Não sabemos como ele se encontra, por isso estamos tentando arrecadar esse dinheiro com urgência, que é direito da criança, e assim retirá-lo do presídio”, concluiu Júnior Morais.


A assessoria de comunicação do Instituto de Administração Penitenciária do Acre negou que Hangell esteja junto a apenados de alta periculosidade. “Hangell está num pavilhão onde só ficam pessoas que cometeram o mesmo crime de descumprimento de pensão alimentícia”, informou o órgão.


O lançamento de vaquinhas pelas redes sociais em prol da libertação de Hangell Borges criou polêmica, principalmente pelo argumento da vaquinha ser direcionada a libertação de Borges, e não ao pagamento do valor devido à criança, que de acordo com o Observatório dos Famosos da UOL, é de quase R$ 30 mil.


O cantor é figura conhecida das manchetes de jornais e tem um histórico de protagonismo em confusões.


Em 2014, ele foi preso por agredir um homem, que sofreu fraturas na mandíbula e maxilar, em Rio Branco. Foi solto durante uma audiência de custódia em março de 2015.


Em 2016, imagens do cantor dando um tapa no rosto de uma mulher durante a Cavalgada de Rio Branco viralizaram nas redes sociais, mas o cantor minimizou o episódio.


Em 2020, Hangell Borges teve imagens íntimas vazadas em redes sociais. Também em 2020, ele participou de uma festa durante o período de pandemia de Covid-19, descumprindo as medidas de isolamento social.


Já em janeiro de 2023, o sertanejo foi preso por desacatar policiais militares de Xapuri, interior do Acre. O cantor estava na cidade para se apresentar em uma casa noturna e chegou a registrar em uma rede social a viagem para o interior e os preparativos para o show. No último story postado na época, Borges aparece entrando na delegacia dizendo que estava sendo preso, ao que um policial rebate: “Já está preso”. No dia seguinte, o delegado arbitrou fiança e Hangell Borges se comprometeu a pagar para ser solto.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
(ac) banner ofertas qua e qui verde atacale 12e13 06

Últimas Notícias