Pesquisar
Close this search box.
banner ac24h hortifruti

Jovem atacada com soda: saiba os perigos e o que fazer em caso de intoxicação

acido

A soda cáustica é um composto químico usado principalmente para limpezas pesadas, especialmente de gordura e tubulações, mas também na fabricação de sabões e detergentes e até no setor de alimentos. Nos últimos dias o químico ganhou destaque após ter sido usado no ataque a uma mulher em Jacarezinho, no Paraná.


“A soda cáustica é usada em diferentes concentrações, de 4% a 50%, e dependendo desse índice pode causar desde irritações na pele até queimaduras severas”, explica a dermatologista Fernanda Bombonatti.


O que fazer em caso de acidente

Abaixo, listamos as primeiras ações quando ocorre intoxicação pelo produto.


Se ingerida, a soda cáustica pode causar queimaduras graves e perfurações completas das mucosas da boca e tecidos de esôfago e estômago, podendo causar a morte da vítima.


“No momento da ingestão o paciente pode sentir tosse, dor, falta de ar, vômitos”, detalha Bombonatti. A recomendação é imediatamente oferecer excesso de água ou leite à vítima.


“É importante levar a pessoa intoxicada quanto antes para um hospital, pois, a depender da concentração do produto, pode ser necessário entubar o paciente”, explica Bombonatti.


Caso o contato aconteça com a pele, a primeira ação é retirar totalmente as roupas e lavar o corpo.


“A água dilui a toxicidade da soda, por isso nos primeiros socorros é preciso lavar bastante a pele, por pelo menos uns vinte minutos, e nunca usar sabão ou vinagre”, explica Bombonatti.


Segundo a dermatologista, o uso do vinagre causa uma reação química que gera calor e pode piorar a lesão na pele.


A presença de partículas no ar pode causar intoxicação por inalação e gerar danos as vias respiratórias e ao pulmão. Caso aconteça, levar imediatamente a pessoa para um local ventilado e mantê-la em posição que facilite a respiração.


O contato nos olhos pode causar até cegueira, além de queimaduras severas. Neste caso é importante enxaguar cuidadosamente os olhos com água corrente durante vários minutos. Em caso de uso de lentes de contato, removê-las antes.


Ao procurar assistência médica é importante levar a Ficha de Informação de Segurança para Produtos Químicos (FISPQ), obrigatória na embalagem de produtos químicos como tintas, solventes, além da própria soda cáustica.


Soda cáustica misturada com água

Segundo informações da Polícia Civil do Paraná, a autora do ataque revelou ter usado uma mistura de soda cáustica com água.


“Certamente se fosse atacada com o produto sólido (puro), os danos seriam mínimos por conta da menor área de contato com a pele”, explica Hector Alexandre Gil, doutor e professor de Química do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT).


“Em solução aquosa e concentrada, o espalhamento e absorção pela pele é muito maior, provocando os danos típicos desse produto”, completa.


Diferenças entre soda cáustica e ácido

Os primeiros relatos da agressão no Paraná falavam em um ataque com ácido, enquanto a soda cáustica é uma substância alcalina, uma base.


“Tantos os ácidos como a soda cáustica podem causar de irritação a queimaduras na pele”, explica Gil.


“O agravante é que bases como a soda cáustica reagem com a gordura natural da pele e provocam queimaduras muito mais severas, levando até à necrose de partes do tecido”, completa o professor.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias