Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Jarude critica cortes no aumento dos servidores: “cortem regalias”

foto ascom (14)
Foto: Sérgio Vale

O deputado Emerson Jarude (Partido Novo) fez um discurso enfático abordando diversas questões, com destaque para a segurança dos animais e o corte no aumento dos servidores públicos durante sessão da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 28.


O parlamentar iniciou sua fala cumprimentando a população presente, destacando especialmente os líderes do movimento Pets Seguros no estado do Acre. “Quero cumprimentar a autoridade máxima dessa casa legislativa, que é a população acreana, que se faz presente aqui na plateia. Sejam todos muito bem-vindos, em especial, aos que estão liderando o movimento do PET Seguros na nossa cidade “, disse o deputado, mencionando Luciana como representante do grupo.


Sobre o movimento PET Seguro, Jarude relatou as recentes manifestações que ocorreram no Lago do Amor, onde os participantes exigiram mais segurança para os pets. “Infelizmente, os estabelecimentos que eram para cuidar dos pets não estão cuidando. Pelo contrário, estão trazendo mais prejuízo aos nossos animais. Entra com saúde, sai doente. Entra vivo e sai morto. Nós não podemos mais permitir que isso aconteça”, afirmou o parlamentar.


Em resposta a essa situação, o deputado apresentou um projeto de lei para garantir mais segurança aos animais nos estabelecimentos do Acre. “Nós apresentamos um projeto de lei aqui nesta Casa para garantir mais segurança aos nossos animais e, principalmente, para que seus donos possam ficar tranquilos quando deixam eles em outras mãos”, explicou. Ele destacou que o PL foi desenvolvido com a participação da população e ativistas da Causa Animal, mencionando a advogada Vanessa como uma das colaboradoras.


Emerson também abordou o corte no aumento dos servidores públicos, criticando a decisão do governo estadual de reduzir o repasse federal ao estado do Acre. “Aquele aumento que seria dado ao servidor público no valor de 5% está ameaçado porque infelizmente o governo do Estado disse que irá diminuir o repasse feito do governo federal”, destacou o deputado. Ele criticou as regalias e os gastos excessivos do executivo, como viagens luxuosas e a criação de cargos comissionados, enfatizando que os servidores públicos são sempre os primeiros a serem prejudicados.


“Eu peço que primeiro o governo do Acre corte essas regalias, esses privilégios antes de prejudicar os nossos servidores públicos que não têm nada a ver com o mau uso do nosso dinheiro. Vamos respeitar aqueles que estão todos os dias na linha de frente servindo a nossa população”, declarou.


Por fim, o parlamentar defendeu a independência da Assembleia Legislativa, criticando a influência de familiares do governador nas decisões da Casa. “Não faz sentido algum nós tratarmos aqui relações relacionadas aos próprios deputados com alguém que é familiar do governador. Não faz sentido essa Casa ficar abrigando pessoas que têm relações ou que já passaram por lá sob pena da gente perder o que há de mais importante aqui, que é a independência”, afirmou.


Ele apoiou o pedido do deputado Edvaldo Magalhães pela exoneração dessas pessoas, reforçando a necessidade de garantir a independência entre os poderes, conforme estabelecido na Constituição.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Últimas Notícias