Pesquisar
Close this search box.
banner 970x250

Devido pós-operatórios e acidentes de trânsito, Acre tem apenas uma vaga de UTI

img 6525 1200x635 1 1000x600

A situação atual da disponibilidade de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para adultos no Acre é crítica, com apenas um leito vago no Pronto-Socorro de Rio Branco nesta quarta-feira (15).


A Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre) e o Hospital Santa Juliana, ambos sem leitos disponíveis, assim como o Hospital Regional do Juruá em Cruzeiro do Sul, refletem a pressão sobre o sistema de saúde.


O governo do estado declarou situação de emergência devido ao aumento significativo de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave e à superlotação dos leitos de UTI. O documento foi publicado nesta terça-feira (14) no Diário Oficial do Estado (DOE) e tem validade de 90 dias.


O secretário de Saúde do Acre, Dr. Pedro Pascoal, disse nesta terça-feira (14) em entrevista à Rede Amazônica que mesmo com o aumento de casos de SRAG no Acre, as superlotações têm mais relação com o número de traumas por acidentes de trânsito. “A maioria dos casos de SRAG são leves ou moderados. O que temos recebido bastante são situações de pós operatório e acidentes de trânsito, que tem mobilizado muitos leitos”, corroborou o diretor da UPA do 2° Distrito de Rio Branco, Ádalo Lima, em entrevista ao Jornal do Acre.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
1200 x 250

Últimas Notícias