Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Pé-de-Meia pagará R$ 9.200 para quem tem o CPF na lista

Imagem: divulgação (MEC)
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

novo Programa Pé-de-Meia, lançado pelo Governo Federal em parceria com o Ministério da Educação (MEC), surge como uma iniciativa para combater a evasão escolar e promover a permanência dos estudantes no ensino médio público.


Com uma proposta ambiciosa, o programa oferece incentivos financeiros que podem alcançar até R$ 9.200,00 ao longo do período escolar, além de um adicional de R$ 200 para os participantes do Enem. Mas como funciona o Pé-de-Meia? Quem tem direito e quais são as regras? Vamos esclarecer essas questões aqui.


Elegibilidade ao programa Pé-de-Meia

Para ser elegível ao Programa Pé-de-Meia, o estudante precisa cumprir os seguintes requisitos:


Estar regularmente matriculado em uma escola pública de ensino médio;


Ter entre 14 e 24 anos de idade;


Ser membro de uma família inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, conforme estabelecido pela Lei n. 14.818/2024.


A inscrição no programa é automática, sem a necessidade de um cadastro prévio por parte dos estudantes. Os critérios de elegibilidade são verificados por meio do cruzamento de dados entre os governos locais e as informações do Bolsa Família.


Principais dúvidas

Após o anúncio do Pé-de-Meia, surgiram diversas dúvidas a respeito do seu funcionamento. Aqui estão algumas informações adicionais disponibilizadas pelo Governo e pelo MEC:


Abrangência: O programa não se limita aos estudantes do último ano do ensino médio. Alunos matriculados em qualquer série do ensino médio regular de escolas públicas podem acessar os benefícios.


Participação no Enem: Embora não seja obrigatório, os estudantes que realizarem o Enem e comparecerem aos dois dias de prova receberão um incentivo adicional de R$ 200.


Cadastro Único: É necessário que a família esteja inscrita no CadÚnico para ser elegível ao programa. Inicialmente, serão contemplados apenas os estudantes vinculados a famílias beneficiárias do Bolsa Família.


Benefícios oferecidos no Pé-de-Meia

O Pé-de-Meia disponibiliza quatro tipos de incentivos financeiros:


Incentivo Matrícula: Valor anual de R$ 200,00, pago entre março e abril, para estudantes matriculados em qualquer série do ensino médio público.


Incentivo-Frequência: Valor total anual de R$ 1.800,00, dividido em oito parcelas ao longo do ano, para alunos que mantenham uma frequência escolar mínima de 80%.


Incentivo-Conclusão: Valor anual de R$ 1.000,00, pago ao final de cada ano letivo para estudantes que concluírem a série com sucesso.


Incentivo-Enem: Valor único de R$ 200,00 para os estudantes do último ano do ensino médio que participarem de ambos os dias do Enem.


Recebimento dos valores

A participação no Programa Pé-de-Meia não requer inscrição prévia. A identificação dos candidatos elegíveis é realizada pelo MEC em conjunto com o programa Bolsa Família. É essencial que as escolas colaborem com o compartilhamento de informações dos alunos matriculados para viabilizar o processo de seleção. O pagamento dos incentivos será efetuado de acordo com o cronograma estabelecido, facilitando o acesso dos estudantes aos recursos financeiros.


Com o Pé-de-Meia, o governo busca não apenas incentivar a permanência dos estudantes na escola, mas também proporcionar apoio financeiro para que possam se dedicar aos estudos com tranquilidade e foco. Este programa representa mais um passo na construção de uma educação pública de qualidade e na promoção da igualdade de oportunidades para todos.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias