Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Justiça torna réu empresário que deixou professor cego após agressão com copo em Brasiléia

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

O empresário Adriano Vasconcelos Correia da Silva passou a ser réu pelo crime de tentativa de homicídio contra o professor Paulo Henrique Brito. O crime aconteceu em outubro do ano passado, em um bar de Brasiléia, quando Adriano desferiu um soco na cara da vítima com um copo na mão.


Por conta da violência da agressão, o funcionário público perdeu a visão do olho esquerdo. O empresário chegou a ser preso, mas ganhou a liberdade provisória, após pagar fiança no valor de R$ 10 mil.


A decisão foi do Juiz da Vara Criminal de Brasiléia, Clóvis de Souza Loide, que aceitou a denúncia do Ministério Público do Acre.


Recurso negado

O Ministério Público do Acre recorreu da decisão que garantia a liberdade provisória do empresário. Mas o recurso foi negado pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.


A corte entendeu que já haviam se passado quatro meses dos fatos sem que houvesse notícias de que Adriano Vasconcelos tenha transgredido as cautelares impostas na audiência de custódia.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias