Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Mãe de criança autista denuncia falta de mediador para filho em escola de Xapuri

A servidora pública Dagma Castelo, moradora de Xapuri, usou as redes sociais para fazer um desabafo sobre a falta de professor regente e professor mediador para seu filho, Gabriel, portador da Transtorno do Espectro Autista (TEA).


No desabafo, ela conta que o filho está sem o acompanhamento profissional, garantido por lei, desde o último dia 28 de outubro e mesmo já tendo denunciado o caso ao núcleo da Secretaria de Educação no município até ao Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) nada foi resolvido.


“Olha, eu fico indignada com o descaso da Secretaria Estadual de Educação, com relação à falta de professores regentes e professores mediadores. Meu filho Gabriel é autista, está sem mediador desde o dia 28/10, já procurei o coordenador do núcleo, já fiz denúncia no Ministério Público, e até agora nada”, desabafa.


Dagma conta que Gabriel precisa do acompanhamento profissional e pode até reprovar. “Gabriel necessita de apoio para executar as atividades, por esse motivo ele não está indo para a escola. Aí vocês me perguntam:”Mas por que você não tá levando-o para a escola”, porque depois que Gabriel entrou na adolescência, como todo adolescente, mudou em alguns comportamentos. Espero que isso seja resolvido, pois meu filho corre o risco de ficar reprovado e/ ou terminar como desistente”, afirma.


ac24horas tentou falar com Wagner Menezes, coordenador do núcleo da SEE em Xapuri, para um posicionamento sobre o problema, mas o mesmo não respondeu às mensagens e nem atendeu as ligações. A reportagem vai repassar o caso à Secretaria de Estadual de Educação.


 


Veja abaixo o relato indignado da mãe:


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias