Pesquisar
Close this search box.
(ac) banner ofertas seg e ter atacale 20e21 05

Busca por brasileiro foragido nos EUA deixa escolas fechadas e comunidade em alerta

A caçada a Danilo Cavalcante, que deixou comunidades no sudeste da Pensilvânia, nos EUA, em alerta máximo, mudou depois que o assassino fugitivo foi localizado ao sul da área de busca original, disse a polícia estadual na terça-feira (5).


Cavalcante, de 34 anos, foi condenado em 16 de agosto por homicídio em primeiro grau pelo assassinato de sua ex-namorada, Deborah Brandão, de 33 anos, em 2021. Ele foi condenado à prisão perpétua sem liberdade condicional.


O homem escapou da prisão do condado de Chester na manhã da última quinta-feira (31) e as autoridades começaram a vasculhar uma área densamente arborizada no município de Pocopson e no condado de Chester, a cerca de 3 quilômetros da prisão – uma área rural a cerca de 30 quilômetros a oeste da Filadélfia.


A aplicação da lei agora expandiu o perímetro da busca depois que uma câmera de segurança na noite de segunda-feira registrou Cavalcante em um popular jardim botânico que fica a quase 5 quilômetros de distância da unidade prisional.


“Acreditamos que ele está logo ao sul daquele raio [de busca original] e é por isso que, novamente, mudamos esse perímetro agora para incluir essa área”, disse o tenente-coronel da Polícia do Estado da Pensilvânia, George Bivens, durante uma entrevista coletiva na terça-feira.


Cavalcante foi avistado por uma câmera de segurança na segunda-feira em Longwood Gardens às 20h21 (horário local). Ele caminhava para o norte e foi avistado novamente às 21h33 (horário local), desta vez voltando para o sul.


Embora a aparência de Cavalcante permanecesse inalterada, Bivens disse ter conseguido alguns itens, incluindo uma mochila, uma “bolsa tipo mochila” e um moletom com capuz. Cavalcante é descrito como um homem de 1,80 metro e 50 quilos, pele clara, cabelo preto desgrenhado e olhos castanhos.


Longwood Gardens possui mais de 80 hectares de “jardins exuberantes e formais, prados abertos e caminhos sinuosos”.


A atração foi fechada na terça-feira enquanto a polícia fazia buscas na propriedade e arredores, onde o ar parece muito mais quente do que aponta o termômetro. Autoridades disseram na noite de terça-feira que os jardins também estarão fechados na quarta-feira.


Houve cinco “avistamentos confiáveis” de Cavalcante dentro do raio de busca anterior, disse Bivens.


O Distrito Escolar Consolidado Kennett, que fica a cerca de 14 quilômetros da prisão, e o Distrito Escolar Unionville-Chadds Ford, a cerca de 8 quilômetros também da prisão, foram fechados na terça-feira.



Em mensagem em seu site, o distrito de Kennett informou que será fechado novamente na quarta-feira.


O distrito de Unionville-Chadds Ford enviou uma mensagem aos pais de que cinco das seis escolas estariam abertas na quarta-feira, mas posteriormente atualizou seu site para dizer: “Estamos cientes de que as circunstâncias mudaram desde que nossa última mensagem foi enviada. Analisaremos as condições pela manhã e forneceremos uma atualização às 5h”


A polícia emitiu uma ligação reversa na manhã de terça-feira para residentes em um raio de 3 milhas (aproximadamente 5 quilômetros) da área onde Cavalcante foi avistado. As autoridades aconselharam os moradores a manterem as portas e os carros trancados, alertando que Cavalcante é extremamente perigoso.


Bivens disse que se sua casa estivesse perto da área de busca, “mesmo enquanto eu estivesse em casa, minhas portas estariam trancadas”.


Embora a nova zona de busca seja mais aberta do que a área densamente arborizada em que a polícia se concentrava anteriormente, Bivens disse que há muitos lugares para Cavalcante se esconder.


Cerca de 200 a 250 pessoas estão no local a qualquer momento, ajudando nos esforços de busca. A polícia está tentando pressionar o preso, que acredita ter aproveitado a oportunidade de sair da prisão e agora está “improvisando”.


“Você está lidando com alguém que está desesperado e não quer ser pego”, disse Bivens.


Avistamentos após fuga

Ryan Drummond, de Pocopson Township, disse à WPVI, afiliada da CNN, que acredita ter visto Cavalcante dentro de sua casa. Drummond disse que se levantou para investigar depois de ouvir um barulho por volta das 23h45 (horário local) de sexta-feira.


“O que eu decidi fazer foi ligar e desligar a luz três, quatro ou cinco vezes, fazer uma pausa, e então ele ligou a luz do andar de baixo três ou quatro vezes, que foi o momento de, tipo, ‘Oh meu Deus, esse cara está lá embaixo’”, disse Drummond.


Drummond disse que então viu Cavalcante sair de sua casa, levando comida no processo. Os US Marshals voltaram para casa no domingo, vasculhando a floresta ao lado de sua propriedade, disse Drummond.


Cavalcante foi flagrado por uma câmera de vigilância na manhã de sábado, a 2,4 quilômetros da prisão, disse o Gabinete do Promotor Distrital do Condado de Chester em uma postagem no Facebook na manhã do mesmo dia.


A polícia recebeu um relato de uma tentativa de roubo na noite de sexta-feira no município vizinho de Pocopson, disse um post no Facebook.


Um policial estadual também viu Cavalcante na área, disse Bivens durante entrevista coletiva na segunda-feira.


“Não podemos parar de viver nossas vidas”

A proprietária de salão de cabeleireiro, Aimee Young-Wilson, disse na terça-feira que tudo continua normalmente. Enquanto os carros passavam por sua empresa em uma movimentada rua do condado de Chester, você nunca saberia apenas algumas horas antes de um preso fugitivo ser avistado no popular jardim botânico.


“Nossa região está muito quieta hoje”, disse Young-Wilson. “É muito louco. Só não entendo como alguém fica fugindo por tanto tempo.”


Young-Wilson disse que não está com medo, mas permanece alerta. Ela não viu nada fora do comum. Seu salão, Fa Shears, fecha aos domingos e segundas, então terça-feira foi seu primeiro dia de volta.


“Todo mundo está preocupado porque ele está aqui, é perigoso e há muitos idosos morando na região”, disse ela. “Mas não podemos fechar. Não podemos parar de viver a nossa vida.”


Polícia revistando carros

Jennifer Briggs e sua família moram na área de Pocopson Township, a 2,4 quilômetros da prisão do condado de Chester.


Briggs tem um filho de 4 anos, um aluno do jardim de infância que começou a estudar na Pocopson Elementary School na semana passada. A família recebeu uma notificação do distrito escolar de que as aulas seriam virtuais na terça-feira.


“É um pouco perturbador”, disse Briggs à CNN.


Policiais procuram pelo presidiário fugitivo Danelo Cavalcante / KYW

A área arborizada onde as autoridades estavam revistando fica perto do bairro da família, disse Briggs, observando que há muitas trilhas para caminhada na floresta, incluindo uma que circunda a prisão.


“Tem havido muita atividade de helicóptero, o que é um pouco estressante, ter filhos pequenos”, disse Briggs. Ela mantém os filhos dentro de casa e os faz dormir em seu quarto à noite com as portas trancadas, disse ela.


Depois que algumas casas próximas foram assaltadas, a polícia ficou posicionada no bairro por cerca de dois dias, revistando veículos. “Eles tinham um posto de comando montado na entrada do nosso bairro. Só há uma entrada e uma saída”, disse Briggs.


Briggs disse que a polícia revistou seu carro na tarde de sábado.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
(ac) banner ofertas seg e ter atacale 20e21 05

Últimas Notícias