Pesquisar
Close this search box.
192882c8aaa53f9b4e234a4553bdad21

Segurança dispõe de canais emergenciais para receber denúncias anônimas

atendimento 181 mariana moreira sejusp 1024x683
No primeiro semestre, o CICC recepcionou 1,2 mil chamadas no Disque-Denúncia 181. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

Recebendo ligações diárias direcionadas aos números emergenciais das forças policiais do Estado, o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) funciona 24 horas por dia na Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp). A estrutura é integrada por um aparato de câmeras e equipamentos e responde por seis linhas telefônicas, entre eles o 181, para denunciar crimes de forma anônima, e o mais recente, o Disque 100, para que pessoas em situação de violência possam buscar ajuda e denunciar abusos.


Os números emergenciais têm como objetivo garantir a segurança e o bem-estar do cidadão , por meio de uma comunicação rápida e segura, de forma a otimizar o tempo de intervenção das forças policiais no lugar do chamado de socorro.


Cada número de emergência possui um canal de atuação das forças, que muda de acordo o serviço solicitado. No primeiro semestre de 2024, o CICC recepcionou 1,2 mil chamadas no Disque-Denúncia 181, sendo 929 na capital e 347 no interior. O Disque 100 registrou 286 chamadas, sendo 198 na capital e 88 no interior.


Números 181 e o Disque 100 são serviços que funcionam 24 horas de forma gratuita e o sigilo das ligações é absoluto. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

O diretor operacional da Sejusp, coronel Atahualpa Ribera, destaca que as linhas telefônicas são um ótimo recurso para atuação das forças de segurança e seu uso responsável é fundamental. “A gente faz um chamamento para a nossa população fazer o uso sempre racional, utilizando esses números somente para emergências, pois o mau uso deles faz com que uma pessoa que realmente precise deixe de ser atendida”, solicita.


Atahualpa Ribera solicita que população faça uso consciente dos canais de comunicação. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

A coordenadora do Disque 100 e supervisora do 181, Miriam dos Santos, explica que o 181 foi implantado no início de 2013 e o Disque 100, há quatro meses. “Hoje a gente está recepcionando essas chamadas, gerando boletins e encaminhando para o setor competente. Tudo o que chega aqui a gente também faz o devido encaminhamento às delegacias especializadas, tanto da capital quanto do interior”, relata.


Miriam dos Santos é coordenadora do Disque 100 e supervisora do 181. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

O 181 funciona em qualquer localidade do estado e o Disque 100 em todo o território nacional. Ambos os serviços funcionam 24 horas por dia, de forma gratuita, e o sigilo das ligações é absoluto, sem registro das gravações e dos números chamados.


Serviço

Disque Denúncia: 181


Recebe denúncias anônimas de qualquer natureza.


Disque 100: para relatar a violação dos direitos individuais ou coletivos das pessoas


O canal recepciona relatos de maus tratos a idosos e crianças, abandono de incapaz, negligência, discriminação racial, religiosa e homofobia.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
posto village ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias