Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Governo e prefeitura criam grupo de trabalho para implantação do Parque Tecnológico

governo e prefeitura criam grupo de trabalho para implantacao do parque tecnologico em rio branco

O governo do Estado do Acre e a Prefeitura Municipal de Rio Branco montaram, na manhã desta quarta-feira, 19, na sala da Secretaria de Finanças da Prefeitura, o Grupo de Trabalho para implantação do Parque Tecnológico na capital. A proposta conta com participação da Aquiry Vale, representando as comunidades de startups, e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre (Fapac).


Grupo de Trabalho contará com representante das startups do estado do Acre e técnicos do Estado e Município. Foto: Jairo Carioca/Seict

O encontro contou com a presença do titular da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Assurbanípal Mesquita; do secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação (SDTI), cel Ezequiel Bino; do secretário Municipal de Finanças, Wilson Leite; e de técnicos das instituições.


“O estudo consiste na identificação dos segmentos tecnológicos e inovadores a serem incentivados e as regiões. De início, está sendo priorizado o entorno das universidades, que promovem a qualificação da mão de obra que pode ser internacionalizada nas empresas atraídas. A cidade precisa da criação desses incentivos para fixar empreendimentos e evitar a evasão de jovens talentos para fora do estado”, informou o titular da Seict.


Para a SDTI, a proposta tem caráter de urgência, dadas as ideias que vêm sendo desenvolvidas e que precisam do apoio do Estado e do Município. “Essa missão foi designada pelo prefeito Tião Bocalom. Em parceria com o Estado, a partir de agora, iniciamos o projeto, que é uma ferramenta importante em qualquer sistema de CT&I”, analisou Bino.


Até o dia 1° de julho o GT vai estabelecer as áreas a serem contempladas e as peças técnicas que vão subsidiar o estudo dos incentivos de ISS e IPTU, que serão dados às empresas por meio do marco legal de inovação. Para o secretário de Finanças, Wilson Leite, “o retorno de arrecadação vem com a geração de emprego e renda a partir das instalações das empresas”. Leite garantiu a existência de um mapa fiscal elaborado pelo Município que vai dar celeridade ao estudo proposto.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
img 6916

Últimas Notícias