Pesquisar
Close this search box.
banner ofertas fim de semana do churrasco atacale 12a14 07 ac

Dólar vai a R$ 5,51 e renova máxima desde janeiro de 2022 com falas de Lula

tagreuters.com2024binary lynxmpek5d0dn filedimage

O dólar renovou a máxima em quase dois anos e o Ibovespa registrou alta nesta quarta-feira (26), com mercados digerindo novas falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre os gastos do governo.


Mais cedo, o presidente pediu que se discuta sobre se há de fato necessidade de cortar gastos públicos no Brasil ou se o ajuste deve ser realizado através da arrecadação. Além disso, Lula rechaçou a ideia de desvincular o salário mínimo do pagamento de programas sociais.


Ainda no cenário interno, a prévia da inflação de junho subiu 0,39%, ante alta de 0,44% no mês passado e abaixo da expectativa dos analistas.


A divisa norte-americana fechou a sessão com avanço de 1,18%, negociada a R$ 5,519 na venda, no maior patamar desde 18 de janeiro de 2022, quando foi cotado a R$ 5,560.


O movimento seguiu o avanço do dólar ante a cesta com as principais moedas do globo, em especial em relação ao iene, que atingiu seu nível mais baixo desde 1986.


O Ibovespa também fechou no campo positivo, com avanço de 0,25%, aos 122.641 pontos, com destaque para avanço da Vale (VALE3), em dia de valorização do minério de ferro.


Em entrevista ao portal UOL pouco depois da abertura do mercado, Lula demonstrou resistência a realizar cortes de gastos, dando preferência ao ajuste fiscal pelo lado da receita – algo que vêm sendo criticado por economistas do mercado.


O presidente disse que o governo não pode gastar mais do que arrecada, mas argumentou que as despesas do Brasil estão aquém da de muitos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).


Em outro ponto da entrevista, Lula descartou uma desvinculação de pensões e benefícios da política de ganhos reais do salário mínimo.


“Garanto que o salário mínimo não será mexido enquanto eu for presidente da República”, disse.


Em falas recentes, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, vinha defendendo a proposta de desindexação dos benefícios da Previdência Social do salário mínimo.


Lula também desconversou sobre a possibilidade de o diretor de Política Monetária do BC, Gabriel Galípolo, substituir Campos Neto a partir de 2025.


Ele classificou Galípolo como um “companheiro” preparado, mas disse que ainda não pensa na sucessão de Campos Neto no BC – outro tema de interesse do mercado.


IPCA-15

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, subiu 0,39% em junho, ante alta de 0,44% no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa da Reuters com economistas estimava elevação de 0,45 por cento para o período.


Na visão da economista para Brasil do BNP Paribas, Laiz Carvalho, o dado não muda as expectativas de inflação para o ano, e assim não deve trazer nenhum alívio para o Banco Central.


“Continuamos esperando (uma alta) de 4% para o IPCA esse ano… e também nenhum corte de taxa de juros em 2024”, afirmou.


O Banco Central fará nesta sessão leilão de até 12 mil contratos de swap cambial tradicional para fins de rolagem do vencimento de 1° de agosto de 2024.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias