Pesquisar
Close this search box.
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Dólar fecha o dia em queda com ajuda do exterior, a R$ 5,25

O dólar fechou em queda nesta quinta-feira (6), após três pregões consecutivos de alta. O movimento ocorreu em linha com o comportamento da moeda norte-americana no exterior, que perdeu força. O avanço das commodities contribuiu para o fortalecimento das divisas de emergentes.


Qual a cotação do dólar hoje?

O dólar à vista caiu 0,64%, a R$ 5,249 na compra e R$ 5,250 na venda. Na B3, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento registrava queda de 0,83%, aos 5.267 pontos por volta das 17h30


Pela manhã o Banco Central vendeu todos os 12.000 contratos de swap cambial tradicional ofertados para rolagem dos vencimentos de agosto.


Dólar comercial

Compra: R$ 5,249


Venda: R$ 5,250


Dólar turismo

Compra: R$ 5,270


Venda: R$ 5,450


O que aconteceu com o dólar hoje?

No início do dia a moeda à vista chegou a subir pontualmente, marcando a cotação máxima de 5,3102 reais (+0,25%) às 9h08.


No entanto, o recuo da divisa norte-americana ante outras moedas no exterior, o avanço firme de commodities como petróleo e minério de ferro e o ambiente mais favorável para os ativos brasileiros conduziram o dólar para o território negativo ainda na primeira hora de negócios.


Profissional ouvido pela Reuters pontuou que o dia era positivo para os ativos brasileiros de modo geral, o que se refletia no forte avanço do Ibovespa, na queda das taxas dos DIs (Depósitos Interfinanceiros) e no recuo do dólar ante o real, que chegou a ser superior a 1% durante a sessão.


Os cortes de juros pelo Banco Central Europeu (BCE), na manhã desta quinta-feira, e pelo Banco do Canadá, na véspera, também eram citados como fatores para o maior otimismo global, enquanto a curva de juros norte-americana seguia precificando dois cortes de juros pelo Federal Reserve ainda em 2024.


Neste ambiente, o dólar à vista marcou a cotação mínima de 5,2409 reais (-1,06%) às 14h45. Às 16h30 houve um repique nas cotações, com o dólar ensaiando recuperar força ante o real, mas o movimento durou pouco e a moeda ainda fechou abaixo dos 5,25 reais.


No exterior, o dólar também cedia no fim da tarde ante a maioria das demais moedas, com exceção de divisas como o peso mexicano — pressionado desde a vitória da esquerda nas eleições presidenciais — e a rupia indiana.


Os negócios com moedas eram permeados ainda pela expectativa antes da divulgação, na sexta-feira, dos dados do relatório de empregos payroll. A avaliação é de que os números podem abrir espaço para mudanças substanciais nas cotações, em meio a apostas sobre quando o Federal Reserve iniciará o processo de corte de juros.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
cedimp otimizado ezgif.com gif to avif converter

Últimas Notícias