Pesquisar
Close this search box.
(ac) banner institucional blitz da economia

Bolívia prende dezenas de militares após tentativa de golpe

Cerca de uma dezena de militares bolivianos foram presos após a tentativa de golpe dessa quarta-feira, disse hoje um ministro do governo à televisão local, acrescentando que eles enfrentam acusações que podem levar a penas de 15 a 30 anos de prisão.


A mobilização das Forças Armadas foi liderada pelo general Juan José Zúñiga, preso na noite de ontem. Ele reuniu soldados na praça principal de La Paz, arrombando uma porta do palácio presidencial com um veículo blindado, o que permitiu que os soldados entrassem no prédio.


Os soldados acabaram por se retirar e a polícia retomou o controle da praça. O presidente Luis Arce criticou a tentativa de golpe e nomeou rapidamente um novo general.


Zúñiga foi informado, na noite de terça-feira, que seria destituído do cargo porque a sua conduta “não estava em conformidade com a Constituição”, disse o ministro do Interior, Eduardo del Castillo, em entrevista à emissora de televisão Unitel.


Zúñiga reagiu com calma à notícia, segundo del Castillo.


“Mas ninguém poderia imaginar que no dia seguinte, antes da mudança oficial do cargo, haveria um golpe fracassado no país”, afirmou.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner atacale qua e qui verde 17e18 07 (ac)

Últimas Notícias