Pesquisar
Close this search box.
970x250 (1)

Samu promove curso de reposta a incidente com múltiplas vítimas em Cruzeiro do Sul

cc1ee6bf 7e31 4d1f 9979 bf5d3f105b16 scaled
Foto: Diego Silva/Secom

Durante três dias, Cruzeiro do Sul foi palco de um importante curso promovido pelo governo do Acre,  por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O curso de resposta a incidente com múltiplas vítimas (IMV), organizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), teve duas aulas teóricas no sábado, 24, e uma prática no domingo, 25.


Sesacre e outros órgãos do Estado unem forças em curso de IMV. Foto: Diego Silva/Secom

No domingo, profissionais do Samu, Corpo de Bombeiros, 61º Batalhão de Infantaria de Selva do Juruá, Polícia Militar, Marinha, Aeronáutica e Polícia Federal estiveram no Estádio Arena do Juruá, para a parte prática do curso, quando foram simulados acidentes com 30 vítimas, para que os profissionais atuassem de forma realística.


Necila de Souza, coordenadora estadual do Samu, prestigiou o evento. Foto: Diego Silva/Secom

Necila de Souza, coordenadora estadual do Samu, esteve presente e explicou que, geralmente, esse curso é realizado em Rio Branco, mas foi estendido para Cruzeiro do Sul. “É um curso de grande importância para a equipe, primeiramente, e consequentemente para a população”, destacou.


Equipes de saúde e segurança pública participaram do curso de IMV. Foto: Diego Silva/Secom

O IMV é um treinamento que já faz parte do escopo do Samu e traz a simulação de um acidente de trânsito com um grande número de pessoas envolvidas, visando apresentar um plano de atendimento a catástrofe.


Por isso é relevante a participação de todas as forças de segurança e de saúde no evento. “Nenhum de nós consegue atender, prestar um bom atendimento, se não estivermos integrados. Então a gente precisa estar em sintonia, para garantir o salvamento de vidas. Foi muito bom”, frisou Diani Carvalho, coordenadora regional de Saúde do Juruá, Taraucá e Envira.


Atuando há quase um ano no Samu de Cruzeiro do Sul, médico Miguel Lima diz que é uma honra participar do curso de IMV. Foto: Diego Silva/Secom

Entre os participantes do curso, esteve o médico Miguel Lima, que atua há quase um ano no Samu do Juruá. Para o profissional, foi gratificante participar do evento. “Eu sempre tive o sonho de trabalhar no Samu, então, para mim, é uma honra participar desse curso do IMV. É uma satisfação”, afirmou.


Capacitação resultará em atendimentos mais seguros à população. Foto: Diego Silva/Secom

O que disseram

“O resultado virá futuramente para a população. A gente treinando, no momento da ação vai estar mais forte ainda. Para mim foi uma experiência muito grande, difícil, cansativa, mas gratificante.”


Gabriel Barbosa, médico e coordenador técnico do Samu e coordenador do curso de IMV


“É necessário um treinamento como esse, para que, em casos extremos, seja possível dar uma resposta mais adequada à população. Quando se trata de um acidente que envolve um número maior de vítimas, precisa haver realmente uma força-tarefa de todas as instituições”.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
banner ac24h

Últimas Notícias