Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Vacina da gripe 2024: veja quem pode tomar e como funciona

Campanha de vacinação contra a gripe começou nesta semana; idosos fazem parte do grupo prioritário andreswd/GettyImages
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

campanha de vacinação contra gripe começou, oficialmente, na segunda-feira (25) em várias regiões do Brasil. O objetivo do Ministério da Saúde é proteger a população antes do aumento da circulação do vírus Influenza, que costuma ocorrer no outono e no inverno.


“A partir de agora, a expectativa é imunizar 75 milhões de pessoas por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), como idosos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, professores da rede pública de ensino, entre outros públicos prioritários”, afirma Nísia Trindade, ministra da Saúde, em comunicado.


Em 2024, a vacinação contra a gripe acontecerá no primeiro semestre do ano nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, enquanto no Norte acontecerá no segundo semestre. Essa estratégia visa atender as particularidades climáticas de cada região.


A seguir, saiba tudo sobre a campanha de vacinação contra a gripe em 2024.


Qual vacina será aplicada?

Neste ano, a vacina contra a gripe a ser aplicada no SUS (Sistema Único de Saúde) durante a campanha de vacinação é a trivalente. Ela protege contra três cepas diferentes do vírus, responsáveis pela maioria dos casos atualmente: a Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B.


Já na rede privada, é possível encontrar a versão quadrivalente do imunizante, ou seja, que protege contra quatro cepas: além das três citadas acima, protege também contra a Influenza B.


Quem pode tomar a vacina contra a gripe?

Os grupos prioritários para a vacinação contra a gripe pelo SUS são:


  • •Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
  • •Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;
  • •Trabalhadores da Saúde;
  • •Gestantes;
  • •Puérperas;
  • •Professores dos ensinos básico e superior;
  • •Povos indígenas;
  • •Idosos com 60 anos ou mais;
  • •Pessoas em situação de rua;
  • •Profissionais das forças de segurança e de salvamento;
  • •Profissionais das Forças Armadas;
  • •Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);
  • •Pessoas com deficiência permanente;
  • •Caminhoneiros;
  • •Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);
  • •Trabalhadores portuários;
  • •Funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • •População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

Pessoas que não fazem parte do grupo prioritário podem se vacinar pela rede privada.


Como é o esquema de vacinação?

O esquema de vacinação contra a gripe é feito da seguinte forma:


  • •Para crianças entre 6 meses e 8 anos de idade: duas doses na primeira vez em que forem vacinadas (primovacinação), com intervalo de um mês e dose única nos anos seguintes;
  • •Pessoas a partir de 9 anos: dose única anual;
  • •Em situação epidemiológica de risco, como surtos ou aumento da circulação do vírus influenza fora da temporada da gripe (outono e inverno), pode ser considerada uma segunda dose no mesmo ano para idosos, imunodeprimidos e pacientes com doenças crônicas que prejudicam a resposta à vacina e aumentam as chances de quadros graves (diabéticos, pneumopatas, cardiopatas, entre outros). O intervalo em relação à dose anual é de três meses.

Tomei a vacina no ano passado, devo me vacinar novamente?

Sim. As vacinas contra a gripe são atualizadas anualmente e, por isso, mesmo quem já tomou o imunizante em 2023 ou nos anos anteriores deve se vacinar novamente neste ano. Essa é a determinação da OMS (Organização Mundial da Saúde).


Posso tomar a vacina da gripe com outras vacinas?

Sim, a vacina da gripe pode ser administrada junto de outras vacinas do calendário de imunização nacional, como a da Covid-19 e dengue, sem necessidade de intervalo entre elas.


A vacina da gripe dá reação?

A reação pela vacina da gripe é pouco comum e, quando ocorre, são sintomas leves e que desaparecem de forma rápida. É o caso de dor no local da aplicação, febre baixa, dor muscular e mal-estar. Normalmente, desaparecem após 48 horas da aplicação.


Pode tomar a vacina estando com gripe ou Covid-19?

É recomendado aguardar 30 dias após o início dos sintomas de gripe. No caso da Covid-19, a recomendação é aguardar 48 horas do fim dos sintomas iniciais ou da febre.


Até quando vai a campanha de vacinação?

A campanha de vacinação contra a gripe pelo SUS acontece até o dia 31 de maio, com exceção da região Norte, que seguirá um calendário diferente.


Ao longo desse período, a secretaria de saúde de cada município brasileiro poderá definir o Dia D de vacinação, com ações intensificadas para a vacinação, como vacinação nas escolas, checagem da caderneta de vacinação e aplicação da vacina em áreas indígenas. A data sugerida pelo Ministério da Saúde para o Dia D é 13 de abril.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias