Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Ex-namorado suspeito de matar grávida na noite de Réveillon se entrega em delegacia da capital

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

O ex-namorado de Luzia Costa, de 42 anos, suspeito de matá-la asfixiada na madrugada de 1º de janeiro deste ano, se entregou à Delegacia de Flagrantes (Defla) na última sexta-feira (15) em Rio Branco. A informação consta no documento do cumprimento de prisão ao qual o g1 teve acesso.


David de Oliveira Rodrigues teve a prisão preventiva decretada no dia 5 de janeiro pelo juiz Danniel Bomfim, e estava foragido há mais de dois meses. Ele era procurado desde a madrugada de 1º de janeiro por ser o principal suspeito pela morte de Luzia, e tem passagens pela polícia por violência doméstica. Rodrigues também foi indiciado por feminicídio no caso a morte de Luzia.


O g1 tentou contato com a delegada Kelcinara Mesquita, que investiga o caso, para saber se Rodrigues já foi ouvido e não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.


Rodrigues estava com Luzia no momento em que o filho da vítima chegou em casa por volta das 7h do dia 1º, e chamou por ela. O suspeito respondeu que a mulher estava desacordada. O filho, então, arrombou a porta do quarto e ainda tentou reanimá-la.


Uma semana após o crime, a delegada ressaltou que o suspeito tem passagens pela polícia por violência doméstica.


“Constam passagens dele por violência doméstica, outras agressões contra mulheres e outros crimes também. Após a morte, o corpo da Luzia foi encaminhado ao IML, o médico analisou e observou que foi morte por estrangulamento. Daí, a gente começou as investigações, ouvimos todo mundo, e o namorado foi indicado como suspeito”, informou.


O g1 tentou contato com o advogado Romano Gouveia, que atua na defesa de Rodrigues, e não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.


Foragido

 


Pouco mais de um mês após a morte de Luzia da Costa Silva, de 42 anos, na madrugada do dia 1º de janeiro no bairro Conquista, na capital acreana, o namorado da vítima, David de Oliveira Rodrigues, apontado como principal suspeito pelo enforcamento da mulher, foi indiciado por feminicídio pela delegada Kelcinaira Araújo, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).


A informação foi confirmada ao g1 pela delegada, que informou ainda que o suspeito segue foragido. Rodrigues é considerado responsável pelo enforcamento da mulher que estava grávida de oito semanas, e tem pedido de prisão preventiva em aberto.


“A gente continua na busca, não paramos. Vamos continuar [as buscas] até ele ser localizado. Estamos investigando tudo, quando tem informação, a gente vai atrás. Não podemos informar [sobre a possível localização de Rodrigues], mas ainda estamos no encalço”, disse.


Ainda segundo a delegada, todas as testemunhas do caso foram ouvidas, e a polícia manteve o entendimento de que o namorado de Luzia é o responsável pela morte dela.


Mesmo com o inquérito finalizado e entregue à Justiça, as equipes seguem em busca do cumprimento da prisão de Rodrigues.


Fonte: g1 Acre


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias