Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Ex-Ara Ketu, Tatau lamenta o falecimento da filha Tamilis

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Morreu, nesta sexta-feira (8/3), a filha do ex-vocalista do Ara Ketu, Tatau. Em uma despedida emocionada, o cantor usou o Instagram, na tarde desta sexta-feira (8/3), para se declarar para a jovem.


“São meses subindo no palco, no trio, no avião, viajando de ônibus sem deixar transparecer minhas batalhas internas. A música é meu alimento, ela me dá força, mas nem sempre a gente consegue ser forte o tempo todo e hoje o guerreiro sentiu o golpe. Esse é meu momento de dor”, começou ele.


Em seguida, o cantor se declarou para a filha: “Tamilis sempre foi uma garota/mulher muito turrona, cabeça dura e que me dava muito trabalho. Mas o seu sorriso abria qualquer fechadura, era cativante!”, recordou ele, antes de completar:


“Comigo sempre muito carinhosa, amorosa e uma filha que amava ser mãe. Ela me deu minha primeira neta e me mostrou uma outra forma de enxergar o amor. Descanse em paz, minha filha! Sempre vou te amar! ♥️”, encerrou Tatau.


Famosos enviaram mensagens de apoio a Tatau: “Que Deus fortaleça você e toda família. Meus sentimentos.🥺💙”, desejou Xanddy Harmonia. “Querido, Deus conforte você e toda sua família! 😢”, escreveu a cantora Gilmelândia. “Meus sentimentos, irmão! Que Deus a receba de braços aberto e conforte seu coração! 😔🙏🏿❤️”, afirmou Beto Jamaica.


Seguidores anônimos também se manifestaram: “Meu preto… A gente sabe que essa não é a ordem das coisas… Mas eu, nesse momento, oro pra que Deus te conceda o consolo e enxugue as lágrimas extremamente doloridas do seu coração… Meu abraço, apertado, amoroso! Meus sentimentos! 🖤😔🙏”, comentou um. “Meus sinceros sentimentos. Que Deus conforte a você e sua família”, declarou outra. “Mestre, que Deus te dê muita força para suportar esse momento, meus sentimentos. 😢”, lamentou um terceiro.


Ara Ketu desistiu de desfilar em Salvador

A banda Ara Ketu surpreendeu a todos ao anunciar, no fim de janeiro, que desistiu de desfilar no Carnaval de Salvador. Em um longo texto, o grupo explicou o que motivou a decisão e expôs um impasse com a prefeitura. “Percebemos que não temos valor aqui, que não nos querem aqui, talvez pelo fato de pertencer a uma comunidade preta e pobre, local que em nada é romantizado pela classe branca e mandatária de nosso estado/cidade”, escreveram.


“Estamos desistindo de desfilar no Carnaval de Salvador em 2024! No dia 27 de janeiro, fomos surpreendidos, mais uma vez, pela Prefeitura de Salvador com um tratamento que desvaloriza a nossa apresentação no Carnaval. 31 anos depois a história se repete…”, começou o texto.


A banda continuou: “Depois de uma classificação estranha no Ouro Negro (que em tese era para ser um programa de valorização do povo Negro da Bahia), recebemos a proposta de pagamento de cachê para apresentação da banda Ara Ketu com o mesmo valor de 2017. Ou seja, congelamento de nossos serviços por 7 anos. Tentamos argumentar, mas mediante a resposta negativa e até humilhante da prefeitura, resolvemos sair do Carnaval de Salvador. Percebemos que não temos valor aqui, que não nos querem aqui, talvez pelo fato de pertencer a uma comunidade preta e pobre, local que em nada é romantizado pela classe branca e mandatária de nosso estado/cidade”.


O anúncio seguiu: “Ir ao subúrbio não é bonito… Não é cult… Somos suburbanos e defendemos nossa comunidade. Cantamos aos quatro cantos do Brasil e no mundo que viemos de Periperi. Nossa contribuição para esse formato de carnaval que existe hoje, pelo que entendemos dos nossos mandatários, não existiu. É sempre assim. Os trios elétricos que sobram, o horário de desfile lá no fim da fila e os horários nobres vocês sabem para quem vai”.


No texto, a banda Ara Ketu destacou que foi bem recebida em diversos eventos pelo Brasil, menos em Salvador. “O apagamento existe, afinal, eles ‘esquecem’ que nós temos a primeira mulher, que, em plena década de 80, teve a coragem de criar e formar o Ara Ketu. Somos bem recebidos nos eventos do Brasil, acabamos de dividir palco com Bell e Ludmilla no Cabofolia, realizamos o pré-Carnaval de Fortaleza para milhares de pessoas, cantamos em diversas micaretas, mas para o carnaval de Salvador, somos uma atração sem valor, ou com o ‘é isso que temos para vocês’”, escreveram.


O grupo encerrou: “Temos o nosso valor. No ano em que completamos 44 anos de história, vamos criar o dia do Ara Ketu, em 8 de março (dia da nossa fundação), iniciando o ciclo de comemorações de 45 anos. Iremos para a nossa comunidade, mas não como banda. Como instituição cidadã. Esse será o nosso protesto contra todo esse descaso e humilhações que somos vítimas ao longo desses últimos anos. O nosso Carnaval será pelo Brasil, literalmente por todas as regiões do país, mas não estaremos em Salvador. Porque eles não nos querem aqui. Milhões para os que vêm de fora e descaso para os que sempre fizeram a festa acontecer”.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias