Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Candidatos a cargos diferentes no concurso do TJAC receberam provas trocadas em escola

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

As confusões no concurso realizado ontem para cargos no Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) não se resumiram aos registros da Fameta/Estácio, onde candidatos ao cargo de Analista Judiciário não receberam a prova discursiva e motivaram uma nota do TJ afirmando que o concurso para o referido cargo está cancelado.


Candidatos que fizeram as provas do certame na escola Carlos Casavecchia, localizada no bairro Xavier Maia, em Rio Branco, relataram que no local também houve falhas da banca organizadora do concurso.


“Fiz a prova pela manhã na Escola Carlos Casavecchia e na minha sala tinham candidatos concorrendo a dois cargos diferentes: Técnico Judiciário (TC) e Agente Policial (AP). Fomos conferir e tinham várias provas entregues erradas. As fiscais, ao que parece, não foram orientadas sobre a entrega dos cadernos diferentes e apenas distribuíram as provas.


Uma moça que estava inscrita para A.P recebeu o caderno de T.J, quando foi conferir o caderno notou o erro. Só que quando ela percebeu já tinham liberado para iniciarmos as provas. Gerou tumulto na sala, foi uma grande confusão”, conta a candidata Cristina Caetano.


Na noite de ontem, após as confusões registradas durante a realização das provas, o Tribunal de Justiça divulgou uma nota de esclarecimento, comunicando o cancelamento do concurso para Técnico Judiciário, o que gerou diversas reclamações, já que existem candidatos de outros municípios e estados que se deslocaram até a capital acreana para fazer o certame.


Leia abaixo a nota do TJAC.


Nota de Esclarecimento


A Administração do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), tendo em vista os problemas ocorridos na aplicação da prova do concurso de servidores deste tribunal, realizada pelo Instituto Verbena, esclarece:


O problema decorreu especificamente na questão discursiva para o cargo de Analista Judiciário – área judicial/judiciária.


A Comissão Gestora do Concurso deliberou o cancelamento da aplicação da prova especifica para este cargo.


A decisão pela anulação foi tomada com base nos princípios da transparência, igualdade e lisura, que norteiam a atuação do TJAC.


Lamentamos o ocorrido e informamos que as medidas cabíveis já estão sendo adotadas no sentido de reaplicar a prova com a maior brevidade possível.


Isabelle Sacramento
Presidente da Comissão Gestora do Concurso


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias