Pesquisar
Close this search box.
Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Acre tem saldo de 853 vagas com carteira assinada em fevereiro, segundo Novo Caged

Foto: Jardy Lopes/ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) foram divulgados nesta quarta-feira, 27 de março, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), apontam que o Acre registrou, em fevereiro de 2024, saldo positivo de 853 vagas com carteira assinada, resultado de 4.798 admissões e 3.945 demissões.


No estado, o resultado foi positivo em três dos cinco grandes grupos econômicos avaliados, com destaque para a área de Serviços, que respondeu praticamente sozinha pelo resultado positivo e terminou o mês com um saldo de 827 vagas criadas. Os setores da Construção e do Comércio tiveram saldo positivo de 35 vagas cada um. Os setores da Agropecuária (-12) e Indústria (-32) registraram queda em fevereiro.


Foto: Jardy Lopes/ac24horas

Na divisão por municípios, Rio Branco reuniu o maior saldo do período. Foram 561 novos postos de trabalho com carteira assinada, o que elevou o estoque de pessoas formalizadas na capital para mais de 73 mil. Na sequência das cidades com maior saldo aparecem Sena Madureira (+317), Plácido de Castro (+57), Brasiléia (+23) e Acrelândia (+8).


No estado, os novos postos de trabalho foram ocupados, em sua maioria, por pessoas do sexo feminino (+618). Pessoas com ensino médio completo foram as principais atendidas (+420) com as vagas no Acre. Jovens entre 18 e 24 anos também são o grupo com maior saldo de vagas: +331.


A região Norte registrou crescimento expressivo entre os meses de janeiro e fevereiro: um salto de 3.653 para 17.062 no número de empregos formais criados, levando em conta os sete estados. Já o Brasil registrou em fevereiro de 2024 uma forte ampliação do mercado formal de trabalho em comparação com janeiro. No segundo mês do ano foram gerados 306.111 postos com carteira assinada.


Com os números registrados em janeiro e fevereiro, o Brasil acumula quase meio milhão de novas vagas formais de trabalho e chega a um saldo de 474.614 empregos gerados.


O resultado de fevereiro é fruto da diferença entre o total de 2,24 milhões de pessoas admitidas e 1,94 milhão de desligamentos em todo o país. Em relação ao estoque total de pessoas empregadas do país, o Brasil registra quase 46 milhões de postos formais, um crescimento de 1,04% em relação a fevereiro do ano passado.


No mês, todos os cinco grandes grupos de atividades econômicas registraram números positivos. Destaque para o setor de Serviços, que respondeu pela criação de 193 mil vagas. Em seguida aparecem a Indústria (+54,4 mil), a Construção (+35 mil), o Comércio (+19,7 mil) e a Agropecuária (+3,7 mil).


O setor de serviços no Acre


Dados referentes ao mês de janeiro, divulgados no último dia 15 de março, divulgados pelo IBGE, indicaram que o Acre registrou a terceira alta do país no setor de serviços empatado com Roraima (5,1%) e abaixo do Rio de Janeiro (com 5,3%) e do Amazonas (com 10,9%).


Em comparação com o mesmo período do ano passado, a alta foi de 24,7%, a segunda consecutiva, já que houve crescimento de 8,6% em comparação com dezembro. O acumulado até janeiro, tendo por base os 12 meses anteriores, foi de 9,8%.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias