Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Rio Branco terá 60 semáforos com Inteligência Artificial

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Superintendência de Transporte e Trânsito de Rio Branco (RBTrans), apresentou sistemas de semáforos inteligentes que integrarão o trânsito da capital a partir desta quinta-feira, 11.


O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, comemorou a integração que corre no sentido de tornar Rio Branco uma cidade mais moderna. “Somos a sétima cidade a implementar esse sistema inteligente, e é só mais uma amostra da nossa proposta de tornar a nossa cidade mais inteligente. A população pode ter certeza de que estamos trabalhando para melhorar a mobilidade urbana, da implementação de inteligência artificial em nossas ruas a elevados”, disse Bocalom.


Segundo o superintendente da RBTrans, Benício Dias, 60 grupos semafóricos foram adquiridos e devem dar mais fluidez ao trânsito de Rio Branco. “Nós já começamos a implantação ontem (11) em frente ao Terminal Central, que foi concluído, e terminaremos hoje (12) a instalação da esquina com a Agro Boi, na avenida Ceará, tudo isso deve melhorar a questão dos congestionamentos nas principais vias de Rio Branco, poupando o tempo do contribuinte”, disse o superintendente.


Jota Gurgel, técnico da RBTrans responsável pelos semáforos da capital, explicou que os equipamentos adquiridos devem funcionar mesmo em caso de falta de energia: “a central de inteligência, câmera e semáforo tem bateria e nobreak para casos de emergência. Além disso, a manutenção desses equipamentos pode ser feita remotamente pelas equipes, sem a necessidade de visita in loco”.


 


Como funcionam os equipamentos?

O kit semafórico é composto por câmeras, uma central de controle (CPU) e os semáforos, além de uma bateria e nobreak, que são ativados automaticamente em caso de emergência.


Foto: kit de equipamento I Whidy Melo/ac24horas

As câmeras fazem a captura das imagens das ruas ou avenidas afetadas pelo semáforo, e envia à central de controle, que por meio de Inteligência Artificial, interpreta os dados e decide encurtar ou alongar o tempo de sinal vermelho ou verde. Por exemplo: se a inteligência artificial interpreta que uma rua está sem tráfego, automaticamente avermelha sua condição para liberar o trânsito das outras vias, já que não faz sentido manter em verde o sinal de uma via sem veículos. Isso significa que em casos de congestionamento, a central favorecerá a via mais congestionada, depois a segunda mais congestionada, e assim por diante. Além dos componentes, a Prefeitura adquiriu Antares, software que faz o controle dos semáforos remotamente.


O valor investido pela gestão foi de R$ 3 milhões, de recurso próprio da Prefeitura de Rio Branco.


Veja o vídeo em que técnicos explicam o funcionamento dos novos semáforos:



Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias

plugins premium WordPress