Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Entre Tradição e Inovação: o Fascinante Mundo do Artesanato Acreano

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Bem-vindos ao mundo das tramas vivas que tecem a riqueza do artesanato acreano. Neste artigo, vamos apresentar as origens da produção artesanal no Acre, que vai além de objetos utilitários e decorativos. O artesanato acreano desempenha um papel crucial na preservação da identidade cultural, na sustentabilidade ambiental, na geração de renda e no turismo.


Foto: Assessoria

No coração das florestas do Acre, o artesanato é muito mais do que uma expressão artística. É um eco das tradições indígenas e do modo de vida dos seringueiros e das populações tradicionais. O sapato de borracha, outrora utilitário, agora é uma peça remodelada por artesãos locais como resultante de consultorias de design, encantando consumidores mundo afora. Com suas mãos habilidosas, os artífices locais contribuem para a conservação do patrimônio cultural, transmitindo técnicas tradicionais para as gerações futuras, além de gerar novos postos de ocupação e renda.


O artesanato acreano é uma expressão cultural rica e diversificada, que também se destaca por suas práticas sustentáveis. Os artesãos acreanos utilizam matérias-primas predominantemente florestais, como sementes, cascas e borracha, de forma sustentável, contribuindo para a conservação da biodiversidade da região. Essas práticas sustentáveis são um exemplo para outras cadeias de valor, que podem se inspirar para adotar modelos de produção mais responsáveis com o meio ambiente.


Foto: Assessoria

O artesanato é um fio condutor para a geração de renda em comunidades locais, uma realidade respaldada por estatísticas e casos de sucesso que destacam a notável contribuição desse setor para a economia regional. A implementação de políticas e projetos de desenvolvimento específicos, no período de 2005 a 2018, com ênfase na inovação e na criação de novas coleções, juntamente com uma abordagem estratégica na esfera comercial, que propiciou aos artesãos acreanos não apenas a expansão de seus horizontes, mas também uma presença marcante em mercados globais. Este impulso estratégico possibilitou que os produtos artesanais acreanos alcançassem uma notável exposição em prestigiados locais, como o Museu de Arte de São Paulo, além de se destacarem em eventos internacionais, como desfiles no São Paulo Fashion Week e na Solenidade do Oscar 2017, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Essa inserção global também se reflete na comercialização bem-sucedida de suas criações em Nova Iorque, Londres, Paris, Milão, Lisboa e outros destinos internacionais.


Os artesãos do Acre também alcançaram grande reconhecimento no cenário brasileiro, com posições de destaque em feiras nacionais, conquistando o primeiro e segundo lugares em volume de vendas. Esse desempenho excepcional do trabalho artesanal, além de enaltecer a habilidade e criatividade locais, se traduz em divisas significativas que contribuem para o fortalecimento econômico do estado. Dessa forma, o artesanato se revela como protagonista na construção de um cenário econômico vibrante e sustentável para o Acre, caracterizado por sua marcante expressão cultural.


O artesanato acreano também se destaca como um importante atrativo turístico. Com sua autenticidade e originalidade, as peças artesanais encantam visitantes de todo o mundo. Destinos como a Casa do Artesanato Acreano, o Mercado Velho, o Museu dos Povos Acreanos (Rio Branco), a Marchetaria do Acre (Cruzeiro do Sul), o Doutor da Borracha (Epitaciolândia) são vitrines das tradições locais, oferecendo aos turistas uma experiência ímpar.


Pela importância do setor artesanal nas economias locais e no desenvolvimento sustentável do Acre, tornou-se urgente a retomada uma política de investimentos e de implementação de projetos de fomento.


A natureza multifacetada do artesanato acreano é revelada em suas ricas tramas vivas e na infinidade de possibilidades de novas criações que coexistem em harmonia com a preservação de tradições culturais e a promoção de práticas sustentáveis em nosso território. Essas tramas são tecidas pela vida e trabalho dos artesãos acreanos, que guardam em si o poder de criar e desenvolver produtos que repercutem em públicos globais, de construir um ambiente mais diverso e inclusivo para o desenvolvimento das economias locais. Por isso, aceite nosso convite para conhecer e apoiar os artesãos do Acre, que também são guardiões da Amazônia, nosso tesouro mundial.


Aldemar dos Santos Maciel – educador e especialista em Inovação e Gestão de Projetos de desenvolvimento no Sebrae


Maria Dorotea Aguiar Barros Naddeo – consultora em políticas públicas para desenvolvimento do artesanato brasileiro, sócia-diretora de estratégia e planejamento da empresa Canela de Ema. Foi Coordenadora do Artesanato no Sebrae MG (2000-2005), Coordenadora-Geral do Programa do Artesanato Brasileiro – PAB (2007/2010) e, atualmente, integra o quadro de consultores externos do SEBRAE Nacional.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias

plugins premium WordPress