Weather Data Source: El tiempo a 25 días

Avião faz pouso de emergência nos Estados Unidos após janela estourar na decolagem

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do Ecos da Notícias.​

Voo da Alaska Airlines fez um pouso de emergência no Oregon na sexta-feira (5), segundo as autoridades, em incidente que, segundo passageiro, envolveu um painel e uma janela que estouraram durante a decolagem.


Após isso, a companhia suspendeu temporariamente sua frota de aeronaves Boeing 737-9.


O voo 1282 da Alaska Airlines, que ia de Portland para Ontário, na Califórnia, retornou em segurança ao Aeroporto Internacional de Portland por volta das 17h (horário de Brasília) depois que “a tripulação relatou um problema de pressurização”, informou a Administração Federal de Aviação (AFA).


Um painel da fuselagem, incluindo a janela do painel, se soltou logo após a decolagem, disse Kyle Rinker, um passageiro do voo, à CNN.


“Foi realmente abrupto. Quando atingimos a altitude, a janela/parede simplesmente se soltou e só percebemos quando as máscaras de oxigênio foram retiradas”, disse o passageiro.


Os bombeiros foram chamados para avaliar ferimentos leves após a aterrissagem, mas não houve registro, informou o Corpo de Bombeiros do Porto de Portland.


Vídeo de passageiro postado nas mídias sociais mostra uma seção lateral da fuselagem, onde deveria haver uma janela, faltando — expondo os passageiros ao ar externo.


O que parece ter sido gravado de várias fileiras atrás do incidente, mostra máscaras de oxigênio colocadas em todo o avião e pelo menos duas pessoas sentadas perto e logo atrás da seção que faltava.


Em comunicado, a Alaska Airlines disse estar trabalhando com a Boeing, a qual afirmou estar reunindo informações adicionais, para entender o que aconteceu no voo 1282.


A aeronave é um 737 Max 9 que recebeu seu certificado de aeronavegabilidade em 25 de outubro de 2023, segundo a Administração Federal de Aviação. A AFA e o National Transportation Safety Board investigarão o incidente, informaram as duas agências.


Espera-se que a frota de 65 aeronaves Boeing 737-9 em solo da companhia aérea passe por manutenção completa e inspeções de segurança nos próximos dias antes de retornar ao serviço, informou a companhia aérea.


“Meu coração está com aqueles que estavam nesse voo — sinto muito pelo que vocês vivenciaram”, disse o CEO da Alaska Airlines, Ben Minicucci, em comunicado.


Embora a companhia aérea tenha reconhecido um incidente no voo 1282 de sexta-feira, ela não detalhou o que o incidente envolveu. O avião “aterrissou em segurança no Aeroporto Internacional de Portland com 171 passageiros e seis membros da tripulação”, afirmaram.


Conforme o FlightAware, o voo ficou no ar por cerca de 20 minutos. O avião partiu do Aeroporto Internacional de Portland por volta das 17:07, horário local, e aterrissou às 17:27.


Evan Smith, um passageiro do avião, disse à KPTV, afiliada da CNN, que estava sentado pelo menos seis fileiras à frente da seção onde ocorreu o incidente. “Houve um estrondo muito alto na parte traseira do avião e um chiado e todas as máscaras caíram”, disse.


Outra passageira, Emma Vu, estava dormindo em seu assento e acordou com a sensação de estar caindo e vendo as máscaras de emergência descerem, disse ela à CNN em uma ligação telefônica no dia do ocorrido.


Ela aparentemente acordou depois que a seção do painel se soltou; não ficou claro o quão perto do painel que faltava ela estava.


As pessoas sentadas em ambos os lados da aeronave a confortaram, disse ela. “O comissário de bordo também se aproximou e me disse que tudo ficaria bem. O fato de que todos estavam meio que surtando e ela dedicou aquele tempo para me fazer sentir como se eu fosse a única passageira – honestamente, foi muito gentil”, relatou.


Vu planeja pegar um voo diferente para o destino pretendido na manhã de sábado, disse ela.


Compartilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Últimas notícias

Últimas Notícias

plugins premium WordPress